EXCLUSIVO!Thiago Sodré

Neymar pode ter o passaporte apreendido por processo de reconhecimento de paternidade

Recentemente, uma modelo da Hungria alegou ter uma filha de dez anos do craque.

Neymar jr -  (crédito: Foto reprodução internet)
Neymar jr - (crédito: Foto reprodução internet)
postado em 07/03/2024 18:25

 Neymar pode ter o passaporte apreendido pela justiça brasileira.

Recentemente, Gabriella Gaspar, uma modelo de 30 anos que vive na Hungria, alegou na justiça ter uma filha de dez anos com o jogador da seleção brasileira.

O advogado Ângelo Carbone, responsável por defender os interesses da modelo no Brasil, ingressou com o pedido de reconhecimento de paternidade e o pedido de pensão alimentícia avaliado em quase 150 mil reais, mas o caso seguiu estacionado no juizado por que o atacante não foi encontrado para ser intimidado em nenhum dos seus endereços oficiais, tanto fora quanto no Brasil. Para Dr. Ângelo, Neymar estaria dificultando os trâmites judiciais e chegou a pedir ao juiz a apreensão do passaporte do atleta.

O advogado que representa a mãe de Jasmim, Zoé, contou com exclusividade à Coluna do Sodré que a suposta filha do craque precisa de uma estrutura equiparada à que Neymar Jr. oferece aos outros filhos. Segundo Carbone, Jasmin sonha em poder jogar futebol, estudar inglês e fazer um curso de balé, e que, aos dez anos, ainda não foi possível devido à situação financeira da mãe.

Dr. Ângelo Carbone contou à coluna que também já tentou entrar em contato com a família de Neymar e até com o próprio jogador, para pedir que o teste de DNA fosse feito de maneira mais rápida, mas que não obteve resposta de nenhum lado.

Com o passaporte retido judicialmente, Neymar ficaria impossibilitado de viajar para fora do país e poderia também deixar de cumprir seus compromissos profissionais, dessa forma, o advogado da suposta filha do jogador acredita que Neymar concluiria rapidamente o pedido de investigação de paternidade.

A Coluna teve acesso a partes do processo do pedido de apreensão do passaporte, mas a justiça ainda não deferiu ou indeferiu o pedido do advogado.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação