Influenciadora Sheyla Nascimento conta como superou o câncer, depressão e doenças autoimunes

Desde muito jovem já tinha problemas com alergias e intolerâncias alimentares

 Sheyla Nascimento -  (crédito: Reprodução Divulgação)
Sheyla Nascimento - (crédito: Reprodução Divulgação)
postado em 24/02/2024 02:00

A paulista Sheyla Nascimento tem 1,73m, pesa 57kg e usa manequim 40. Quem a vê não imagina a sua história de superação. Desde muito jovem já tinha problemas com alergias e intolerâncias alimentares e foi desafiada a compreender como o meu corpo é diferente internamente dos outros. “Nunca imaginei alcançar o equilíbrio e o bem estar, isso era um sonho muito distante para mim”, conta.

Durante sua vida, teve dois cânceres, depressão e doenças autoimunes, que a fizeram buscar alternativas para evoluir espiritualmente e mentalmente. “Nesta busca por harmonia fui apresentada a um universo diferente através da espiritualidade, ciências ocultas e tratamentos conectados a natureza onde foram revelados vários caminhos para a cura.

Adquiri uma abordagem que vem me fortalecendo e, desta forma, reconstruindo minha estrutura com atitudes totalmente diferentes”, revela. Percorrendo da Amazônia à Índia, buscou recursos para a sua vida. “Explorei terapias alternativas, bem-estar físico através de ioga e exercícios, conclui alguns curso de nutrição e culinária ayurvédica, vastu shastra (bem-estar do ambiente) e até alinhamento de chakras”, conta Sheyla.

A influenciadora afirma que sua história não é para despertar piedade, mas sim dar esperança para quem precisa. “Hoje compartilho minhas experiências de vida para motivar e apoiar outras pessoas em sua jornada para serem uma versão melhor de si mesmas, se eu consegui, você também consegue”, finaliza.

 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação