Programe-se

Caetano Veloso faz primeira live e comemora os 78 anos nesta sexta-feira (7/8)

Na ocasião, o cantor e compositor baiano apresentará pela primeira vez a canção "Talvez", ao lado do filho Tom

Irlam Rocha Lima
postado em 07/08/2020 10:48 / atualizado em 07/08/2020 12:40
 (foto: line Fonseca/Divulgação)
(foto: line Fonseca/Divulgação)

No universo das lives que têm se proliferado na pandemia, possivelmente a mais aguardada era a de Caetano Veloso. Nome icônico, de talento multilfacetado da cultura brasileira, o cantor e compositor baiano finalmente rendeu-se aos insistentes apelos da mulher, Paula Lavigne, e dos fãs. Nesta sexta-feira (7/8), às 21h30, ao lado dos filhos Moreno, Zeca e Tom, ele protagoniza um show que tem como palco o apartamento da família, na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, no Rio de Janeiro, que pode ser visto na Globoplay e nas plataformas digitais, pela YouTube.

O evento, que o próprio Caetano intitulou Live lenda, ocorre no dia em ele completa 78 anos. A princípio, o público tomou conhecimento da realização por meio da 78ª edição do Sinta-se em casa, programa do humorista Marcelo Adnet, que anteriormente havia feito uma sátira sobre o assunto, reverberando a solicitação de incontáveis admiradores pelas redes sociais. A confirmação veio, depois, por meio da assessoria de imprensa do artista.

Detentor de extensa obra, acumulada ao longo de quase seis décadas de carreira, Caetano possui uma discografia com mais de 40 títulos e é autor de incontáveis músicas de gêneros diversos. O eterno tropicalista tem, também, interpretado em shows e gravado composições de colegas. A elas, se juntará Talvez, um samba-canção composto por César Mendes em parceria com Tom Veloso, lançada na madrugada desta sexta nas plataformas digitais, e que será mostrada, ao vivo, durante a live desta noite.

“A música é uma coisa essencial em César Mendes. Ele sente as harmonias e acompanha os caminhos possíveis das melodias como respira, como deixa o sangue circular. Tendo ensinado muito a Tom sobre como se exprime isso, com os dedos nas cordas do violão, revela no discípulo um talento para por palavras em música semelhante aos dos melhores letristas de sambas-canções dos anos 1940”, enfatiza Caetano, ao falar sobre o filho Tom e o parceiro. Ele acrescenta: “Tom passou não só a compor músicas com o mestre, como letrar melodias deste modo natural”.

Caetano destacou também “a elegância” dos arranjos de Mário Adnet, assim como os músicos que participaram da gravação: Jorge Helder (baixo), Marcos Nimrichter (piano) e Antônio Neves (bateria); e complementou: “Fiquei feliz de cantar com Tom a canção feita por um santamarense que vi crescer, em parceria com ele, que vi nascer”.

Um trecho da letra diz: “Talvez para você eu seja mais um/ Pra mim, você é o que ninguém foi/ Eu vivo a vida com calma, pensando no amor/Talvez meu olhar que te conquistou, não tenha mais luz, nem tenha mais cor...” No repertório da live foram reunidos clássicos da obra do compositor — algumas fizeram parte do setlist do show Ofertório, apresentado, em Brasília, em 2019. Além de Talvez, outra novidade é Pardo, que Caetano compôs para a cantora Céu, que ele interpreta pela primeira vez.

Serviço

Live de Caetano Veloso e filhos
Nesta sexta-feira (7/8), às 21h30, transmitida pela Globoplay e pelo YouTube.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação