Cinema

John Boyega critica Disney por ser o 'único do elenco tratado pela raça'

O ator destaca como a produtora deixou o personagem dele, Finn, de lado durante as gravações de 'A ascensão Skywalker', da saga 'Star wars'

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 02/09/2020 14:57
 (foto: Disney/Divulgação)
(foto: Disney/Divulgação)

O ator John Boyega, que interpreta Finn, desabafou, em entrevista à revista QG, sobre ter se sentido decepcionado com a Disney pela forma como o personagem dele foi tratado no último filme da saga Star wars, A ascensão Skywalker.

O ator afirma que a produtora deu destaque apenas aos atores brancos no encerramento da franquia. “Você se envolve em projetos e nem sempre vai gostar de tudo. Mas o que eu digo para a Disney é que não se cria um personagem negro e o vende como alguém importante na franquia apenas para depois jogá-lo de lado. Não é certo", afirmou.

Além da forma como foi mostrado na fita, Boyega diz ter se sentido até mesmo fora do set de gravações. O ator se queixa da forma como a equipe contratada para cuidar do estilo e do cabelo para as coletivas de imprensa também reprimia o estilo dele. “Sou o único integrante do elenco que teve a experiência na franquia baseada na raça. Uma coisa dessas te deixa com raiva. Te deixa mais militante, muda você", afirma.

“Sinto que, como celebridades, nós temos que falar através de um filtro de profissionalismo e inteligência emocional. Às vezes é preciso ficar bravo, e falar o que está na sua mente. Às vezes não há tempo para manter as aparências”, expressa Boyega.

O filme A ascensão Skywalker foi lançado em 2019 e arrecadou mais de US$ 1 bilhão em bilheteria. Todos os episódios estão disponíveis na plataforma Amazon Prime.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação