Obituário

Morre uma das mais icônicas Bond Girls do cinema: Margaret Nolan

Com a morte ocorrida há uma semana, Margaret Nolan não teve as causas de óbito confirmadas para o público que a conheceu por Goldfinger, um 007 marcante

Correio Braziliense
postado em 12/10/2020 12:10 / atualizado em 12/10/2020 14:17

Margaret Nolan foi uma das mais icônicas Bond girls
Margaret Nolan foi uma das mais icônicas Bond girls (foto: Universal/ Divulgação)

Sucesso junto a atrizes consagradas como Diana Rigg, Jane Seymour, Grace Jones e Ursula Andress, todas elas saídas da lista das Bond Girls, dos filmes de 007, Margaret Nolan morre, aos 76 anos, de causas não divulgadas. A morte ocorreu em 5 de outubro, mas só há poucas horas a notícia foi difundida por meio do diretor Edgar Wright.

Presente nos créditos de Goldfinger (1964), como The Golden Girl, Margaret foi um dos destaques de um dos quatro filmes da franquia sob a direção do francês Guy Hamilton. Intérprete da personagem Dink, Margaret Nolan fez enorme sucesso em Goldfinger, filme que eternizou a canção de Shirley Bassey e ainda a performance de Sean Connery na pele do famoso espião.

No mesmo ano das filmagens da aventura de 007, Nolan ainda participou de A hard´s day night (1964), com os integrantes de The Beatles. Uma série de filmes batizados a partir da expressão Carry on ajudou a popularizar Margaret Nolan, que, ainda com o nome de Vicki Kennedy estrelou ensaio da Playboy. Paraíso do biquíni (1967) foi outro de seus trabalhos na telona. Mãe do diretor de fotografia Oscar Deeks, Nolan deixou o cinema em 2011. Uma das decepções na carreira residiu no fato de ter cortada a participação em Frenzy (1972), fita dirigida por Alfred Hitchcock.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação