Celebridades

Xuxa responde a Sikêra Jr. com campanha 'Zoofilia é crime, não piada'

Xuxa criticou nas redes sociais a forma como o apresentador conduziu uma reportagem sobre um caso de zoofilia

Agência Estado
postado em 28/10/2020 10:23 / atualizado em 28/10/2020 10:23
 (crédito: Record/Divulgação e Reprodução/Internet)
(crédito: Record/Divulgação e Reprodução/Internet)
A apresentadora Xuxa Meneghel lançou a campanha "Zoofilia não é piada" em resposta às críticas e acusações que recebeu do apresentador Sikêra Jr., do Alerta nacional, nesta terça-feira (27/10).
"Zoofilia é crime, não é piada. Não existe sexo com animais. Não existe sexo com crianças. Isso é estupro", diz, em vídeo que também conta com sua filha, Sasha Meneghel, a atriz Camila Pitanga, a cantora Rita Lee e as apresentadoras Ana Maria Braga, Angélica e Luisa Mell.
Apesar de não citar diretamente, a campanha soa como referência ao apresentador Sikêra Jr. Na última quarta-feira (21) ao falar sobre uma notícia em que uma mulher teria flagrado o marido fazendo sexo com uma égua, o apresentador propôs uma 'simulação' do vídeo feita pelos colegas de programa - um deles utilizando uma máscara de burro.
"A última informação que recebemos é que eles se separaram e ele vai casar com a égua. É um jumento, um casal gay", encerrou Sikêra Jr., fazendo piada sobre a situação.
Xuxa criticou a forma como a reportagem foi conduzida em rede social e, posteriormente, o apresentador respondeu durante o Alerta nacional, reclamando que "todo mundo está preocupado com o rabo do cavalo".
"Ô, ex-rainha, quero dizer para você que pedofilia é crime. E não prescreve, não", afirmou, em referência ao filme Amor, estranho amor, no qual Xuxa aparece em cenas de teor sexual com um menino, quando tinha cerca de 18 anos de idade.
Recentemente, a própria apresentadora falou sobre as críticas que recebeu por conta do longa: "As pessoas querem me atingir falando sobre o filme. Queria deixar claro que isso não me atinge, porque aquilo lá é uma ficção".
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação