Música

Ana Lélia encoraja a busca pelos sonhos no single 'Fly away'

A cantora afirmou em entrevista ao Correio que a música, em parceria com o norte-americano Peter Collins, fala sobre resiliência e os tempos atuais

Pedro Ibarra*
postado em 30/10/2020 14:02 / atualizado em 30/10/2020 14:03
 (crédito: Nathalia Millen/Divulgação)
(crédito: Nathalia Millen/Divulgação)

Em tempos de confinamento, a artista Ana Lélia pede para que as pessoas voem para dentro de si. Este é o mote de Fly away, o novo single da cantora em parceria com o músico do gospel e R&B Peter Collins. A música foi lançada em meados do mês de outubro e já está disponível para ser escutada nas plataformas digitais.

Fly away é voar, é olhar para dentro de si e perceber qual é o próprio sonho e saber que é capaz de alcançá-lo”, explica Ana Lélia sobre a nova canção. “A música fala sobre o momento que estamos vivendo, mas de uma forma boa. Fala sobre resiliência” completa.

A letra foi escrita por Peter Collins, artista conhecido por um nicho de amantes de soul e R&B nos Estados Unidos. A parceria com o cantor começou em uma conversa despretensiosas no Instagram que se transformou num convite de colaboração por parte da Ana Lélia. A cantora, por meio da produtora Girassol Studios da qual é dona ao lado de Jonathas Pingo, enviou uma linha melódica para o músico, que devolveu com a letra. “Foi uma grande surpresa para mim tudo dar tão certo”, lembra Ana.

“Eu gostei da canção porque ela tem propósito. Gosto de cantar músicas que têm significado”, comenta. A artista fala ainda sobre a potência que a canção traz para uma “viagem no próprio interior, de entender a si mesmo”.

Retomada da carreira de Ana Lélia

Apesar dos lançamentos mais antigos do Spotify serem datados de 2018, a cantora trabalha com música desde 1998. Em São Paulo, fez teatro musical e chegou a interpretar uma canção em uma novela da Record. No entanto, por 20 anos ela ficou parada, distante do trabalho artístico e investindo na carreira de professora.

Como docente, Ana trabalhou por 13 anos em Londres, mantendo o amor pela música, mas sem nenhum tipo de trabalho na área. O mais perto que ela chegou de uma apresentação musical própria neste tempo foi quando encontrou Amy Winehouse em um vagão de metrô. “Eu sou muito fã dela e pensei em cantar Garota de Ipanema, porque sabia que ela gostava de música brasileira. Porém, acabei ficando paralisada e ela saiu do trem”, conta a artista, que também lembra que a situação foi um ano antes da morte de Winehouse, que teve uma intoxicação alcoólica em 2011.

Foi só há sete anos, quando voltou para Brasília, que Ana Lélia se reencontrou com a música. Ela passou a trabalhar na produtora Girassol Studios, da qual é cofundadora, e passou a buscar colaborações para lançar novas músicas.

Em 2019, voltou emplacou novamente uma música em novelas. A voz de Ana esteve na temporada passada de Malhação. A música Baby don’t cry faz parte da trilha sonora oficial da Malhação: Toda Forma de Amar.

Ana Lélia se considera uma cantora de soft jazz, mas assume que o trabalho também é pop. Ela canta em português e em inglês, mas diz gostar muito da língua inglesa “por uma relação afetiva”. Ela vê em Fly away a reentrada no mundo da arte, mas diz que, desta vez, não vai sair. “Eu descubro através da música qual a minha essência, é minha terapia. Uso ela para me conhecer e ver coisas boas”.

Ela quer usar a própria música e história para influenciar outras mulheres a seguirem pra música independentemente se outras pessoas falam que elas “não têm mais idade para isso”. “Se a minha música servir para ajudar mulheres mais velhas, mais maduras a correrem atrás dos próprios sonhos já vou ter a sensação de dever cumprido”, ressalta.

Ana Lélia não para

Em produção constante, a cantora lança esta sexta-feira (30/10) o lyric video da música Beautiful, uma parceria com o artista de MPB da cidade Matheus Nogueira. A música que já está nas plataformas de streaming estreia no YouTube às 17h.


*Estagiário sob supervisão de Adriana Izel

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação