Música

Brasiliense Gaê lança versão da música 'O último dia', de Paulinho Moska

A música chega às plataformas digitais acompanhada de um clipe

Correio Braziliense
postado em 06/11/2020 14:00
 (crédito: Camila Sugai/Divulgação)
(crédito: Camila Sugai/Divulgação)

O mais novo trabalho do cantor brasiliense Gaê é uma releitura da composição de Paulinho Moska e Billy Brandão, O último dia. A música chega nesta sexta-feira (6/11), às plataformas digitais. O single é parte do EP Só - a dois, que será lançando em breve. O videoclipe da faixa tem direção de Gaê, em parceria com o filmmaker brasiliense Dr1nho.



A versão inédita de O último dia está sendo lançada em 2020, entretanto, o arranjo começou a tomar forma em 2015, em ritmo de tango, elaborado para a peça Boa sorte - o musical, um espetáculo autobiográfico sobre viver com HIV, criado por Gaê, até então conhecido como Gabriel Estrela, nas redes sociais. No contexto do espetáculo, a música apresentava a rotina de exames e remédios se tornando parte do cotidiano. A princípio, o personagem acreditava ter recebido uma sentença de morte e concluiu que não era bem assim.

Cinco anos depois, o músico desenvolveu uma nova versão, com um olhar apocalíptico, que segundo o artista, foi inspirado no que a atualidade remete. Na produção audiovisual, o cenário é acompanhado de uma metáfora. “No clipe, o apocalipse é causado pelo abandono e a única saída a ele é a união e a arte”, conta Gaê, por meio de nota.

O último dia fará parte do EP Só - a dois, que “nasceu da necessidade de produzir música sem aglomerar; para cada faixa, apenas dois artistas”, explica a nota de divulgação, referindo-se aos protocolos de isolamento social. O EP ainda não tem data de lançamento, mas deve chegar em breve. Já o novo single poderá ser ouvido em todas as plataformas digitais

Os últimos trabalhos do artista, lançados no primeiro semestre deste ano, são canções autorais. A mais recente, Geladeira, foi lançada em junho e é uma composição feita a partir de um poema de Daniel Bovolento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE