Cultura Popular

Centenário de Seu Teodoro é comemorado com disco e websérie

'Vídeo-rodas' terá exibido o último episódio nesta sexta-feira (27/11), já o disco 'O legado do sonho de um menino' está disponível nas plataformas digitais

Devana Babu*
postado em 27/11/2020 15:01 / atualizado em 27/11/2020 15:07
 (crédito: Davi Mello/Divulgação)
(crédito: Davi Mello/Divulgação)

Dizem que, quando criança, o menino Teodoro Freire pulava a janela de casa, em São Vicente de Ferrér (MA) para assistir às apresentações de boi do Maranhão. Conhecido depois como Seu Teodoro, fundaria em 1963, em Sobradinho, o Centro de Tradições Populares e o Bumba Meu Boi de Seu Teodoro, tradição perpetuada viva pelos filhos, netos, e discípulos, e reconhecida como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Distrito Federal, enquanto o fundador foi reconhecido com a Ordem do Mérito Cultural e outros títulos.

Em 9 de novembro, Seu Teodoro, que morreu em 2012, teria completado 100 anos de idade. Em comemoração ao centenário, o instituto Rosa dos Ventos realizou uma série de atividades ao longo de novembro, em parceria com o Centro de Tradições Populares e o grupo Bumba Maria Meu Boi, com patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. As atividades fazem parte do calendário do Circuito Candango de Culturas Populares.

Boi Bumbá de Seu Teodoro
Boi Bumbá de Seu Teodoro (foto: Webert da Cruz/Divulgação)

 

A websérie documental Vídeo-rodas, veiculada semanalmente no YouTube, tem como anfitriã Tamá Freire, filha de Seu Teodoro e diretora artística do Bumba Maria Meu Boi, recebendo personalidades da cultura popular para um ciclo de bate-papos. O último vídeo será liberado nesta sexta-feira (27/11).

Nos finais de semana, o grupo vêm se apresentando nas feiras da cidade, em formato adequado aos protocolos de segurança em relação ao novo coronavírus. As últimas apresentações serão neste sábado (28), às 16h, na Feira Permanente de Planaltina, e domingo (29), às 11h, na Torre de TV.

Primeiro álbum

Larissa Umaytá, neta de Seu Teodoro e diretora artística do álbum 'O legado do sonho de uma criança'.
Larissa Umaytá, neta de Seu Teodoro e diretora artística do álbum 'O legado do sonho de uma criança'. (foto: Webert da Cruz/Divulgação)

Também foi lançado nas plataformas digitais o álbum O legado do sonho de uma criança, primeiro registro fonográfico do grupo, com composições autorais, dirigido pela percussionista Larissa Umaytá, neta de Seu Teodoro. “Eu fiz questão de que a gente gravasse no Centro de Tradições Populares, porque lá tem uma sonoridade totalmente diferente de todos os lugares em que o grupo costuma tocar. Eu me lembro de que, quando eu era menina e a gente tocava lá dentro do salão, a sonoridade do ambiente era muito marcante. Queria que essa sonoridade fosse registrada no disco e levasse essa memória, como se o ouvinte estivesse dentro do Bumba” explica Larissa, usando o nome carinhoso que os frequentadores dão ao local.

“É minha primeira direção musical, em se tratando de disco, e estou muito feliz em ter dirigido essa gravação, como um presente para o meu avô, para a música e a cultura popular brasileira."

Serviço
Atividades de comemoração do centenário de Seu Teodoro
Lançamento do álbum O legado do sonho de um menino, nas plataformas digitais, e veiculação da websérie Vídeo-rodas, no YouTube, e apresentações em feiras da cidade.

*Estagiário sob a supervisão de Adriana Izel

  • Larissa Umaytá, neta de Seu Teodoro e diretora artística do álbum 'O legado do sonho de uma criança'.
    Larissa Umaytá, neta de Seu Teodoro e diretora artística do álbum 'O legado do sonho de uma criança'. Foto: Webert da Cruz/Divulgação
  • Boi Bumbá de Seu Teodoro
    Boi Bumbá de Seu Teodoro Foto: Webert da Cruz/Divulgação
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE