LITERATURA

Cristiane Sobral lança antologia de contos que inaugura selo editorial

'Águas d'Ilê' é o livro de estreia da Aldeia de Palavras. Lançamento será nesta sexta-feira (15/1) em formato virtual

Adriana Izel
postado em 15/01/2021 06:00 / atualizado em 15/01/2021 10:40
 (crédito: Thaís Mallon/Divulgação)
(crédito: Thaís Mallon/Divulgação)

“Foi parir o impossível. Quando eu falava que queria ser escritora, todo mundo ria. Não existiam corpos negros femininos. Existia Carolina Maria de Jesus e outras pessoas, mas que não tiveram visibilidade para serem referências para gente. Produzir esse livro é me colocar cada vez mais apaixonada pelo trabalho, querendo oportunizar”. É assim que Cristiane Sobral, autora carioca radicada em Brasília, explica a sensação de publicar o primeiro livro de um selo editorial próprio, a antologia de contos Águas d’Ilê, inaugurando a marca Aldeia de Palavras. Por causa da pandemia, o lançamento será virtual a partir das 19h de hoje. pelo canal do YouTube de Cristiane Sobral. Na ocasião, alguns dos autores falarão sobre o processo de criação do livro, além de ler trechos.

“Tive muitos pesadelos nessa profissão. Também tive oportunidade de criar sonhos. Quero colocar isso na roda e compartilhar com outras pessoas, essa é a energia de Oxum”, explica. O orixá é a inspiração para o livro criado durante uma das oficinas de escrita criativa, promovida por Cristiane no ano passado. A antologia é conduzida pelo poema canção de autoria da escritora sobre a força de Oxum, que é o fio condutor da obra. O texto se divide em três portais que abrigam contos de Cristiane e de mais 17 autores de diferentes localidades do Brasil.

Mesmo que indiretamente, os textos têm uma unidade falando sobre afeto, matriarcado, racismo e ancestralidade. “Isso que é interessante, porque a gente não propôs um temário para os contos. Muitos dos participantes das oficinas eram meus leitores. Então, vieram com essa perspectiva de ter esse contato comigo. Águas d’Ilê quer dizer águas de casa. Eles sentiram dentro do curso um chamado muito grande do matriarcado, das questões de afeto, do protagonismo feminino, da religiosidade de matriz africana. Acabei os seduzindo com esse meu olhar afro-centrado e feminino, de um olhar de superação, do matriarcado como riqueza”, explica.

Ancestralidade

A obra tem ilustrações do professor e pesquisador Nelson Inocêncio. Ao saber do projeto, Inocêncio pediu para participar oferecendo as imagens. “São trabalhos inéditos de um grande artista, que vieram para fechar totalmente com as concepções conceituais do livro, que se materializou no campo estético do grafismo com direção de arte do Ricardo Caldeira”, acrescenta. O prefácio é da professora Luana Reis. Já a dedicatória é para a escritora Conceição Evaristo. “Conceição tem sido uma amiga, uma mestra. Ela é uma referência dentro desse lugar de ancestral no campo literário. Atribuíram-me essa função de matriarca no livro, então retribui para Conceição. Se é justo que eu seja homenageada, ela também. É justo dizer de onde viemos”, completa.

Para 2021, a ideia é voltar com o curso de escrita criativa que deu origem à antologia e também um livro de poesia escrito em português e em criolo, por poetas de São Tomé e Príncipe, na África, no projeto Ilha de Palavras, publicado com apoio da embaixada daquele. Desde então, as oficinas já atenderam mais de 150 alunos do Brasil e de fora. Quem tiver interesse em participar pode procurar Cristiane Sobral pelo e-mail (crisobral2@gmail.com) ou pelo Instagram (@cristianesobralartista).

Lançamento virtual de Águas d’Ilê

Hoje (15/1), às 19h, em www.youtube.com/cristianesobral. Preço do livro: R$ 40 (pedido de compras pelo crisobral2@gmail.com ou pelo WhatsApp 61 99153-1883 ou 61 99294-5511, tratar com Alyne Lima).

Confira os autores dos contos de Água d'Ilê

Cristiane Sobral
Ricardo Caldeira
Thalles do Nascimento Castro
Sarah Muricy
Tânia Cerqueira
Denise da Costa
Kátia Rocha
Silvia Carvalho
Mirian Bispo
Toni Edson
Sheila Martins
Viviane Ramiro
Letícia Erica Ribeiro
Cax Nofre
Alyne Lima
Joesane Cantanhede
Patrícia Aniceto
Gabriela Furtado

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE