Separação

Nego do Borel tenta exclusão de posts de Duda Reis, mas Justiça nega

Cantor entrou com um pedido de liminar para que posts de Duda Reis contra ele fossem apagados por manchar a imagem dele. Ao negar, juiz falou sobre "liberdade de expressão" da influenciadora digital

Correio Braziliense
postado em 19/01/2021 07:38
 (crédito: Reprodução/ Instagram)
(crédito: Reprodução/ Instagram)

O cantor Nego do Borel entrou na Justiça com um pedido de liminar contra a ex-noiva, a influenciadora digital Duda Reis, para que posts contra ele nas redes sociais dela fossem apagados. Segundo o site Notícias da TV, a Justiça carioca negou o pedido.

"Sem adentrar no mérito, entendo que, atualmente, diante de crescentes quantidades de casos de feminicídio, não se pode admitir qualquer utilização de meios jurídicos para que o suposto ofensor possa desqualificar os relatos de sua ex-companheira", diz a decisão assinada pelo juiz Marco Antonio Cavalcanti de Souza, da 4ª Vara Cível do Rio de Janeiro.

O juiz continua dizendo que o pedido de Nego do Borel fere a liberdade de expressão de Duda: "Entendo que ao deferir a tutela de urgência, em cognição sumária, estaria afrontando a garantia fundamental à liberdade expressão, sobre fatos ilegais e abusivos, que serão minuciosamente investigados pelo Juízo Criminal, em detrimento ao direito de imagem de personagem público".

Cavalcanti de Souza ainda citou a entrevista dada por Nego do Borel e por Duda Reis ao Fantástico deste domingo (17/1): "De se acrescer que os fatos, que o autor afirma 'manchar' sua boa imagem, foram objeto de programa dominical de grande emissora de televisão, no dia de ontem, não se vislumbrando, nos vídeos, um malferimento do direito à imagem do autor."

Por conta das denúncias de agressão que Duda fez de Nego do Borel, a Justiça estabeleceu medidas protetivas contra o cantor.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE