Música

Após sumiço, Jão reaparece com novo single; Ouça 'Coringa'

‘Coringa’ é a primeira faixa do novo álbum do cantor, que ainda não tem data de lançamento

Geovana Melo*
postado em 25/02/2021 11:09 / atualizado em 25/02/2021 11:10
 (crédito: Ciranda Assessoria de Comunicação/ Divulgação)
(crédito: Ciranda Assessoria de Comunicação/ Divulgação)

Mudar o valor conforme a combinação e trazer novas perspectivas para o jogo são as funções da carta coringa no baralho. Pensando nisso, o cantor Jão lançou, nesta quarta-feira (24/2), o single Coringa, trabalho que marca a nova era do artista e traz sonoridade, estética e dinâmica. “Coringa é um amor desapegado. Ela já existe há um tempo e sou apaixonado por essa música. Ouço todos os dias”, conta Jão em coletiva de imprensa.


A faixa é a prévia do próximo álbum do paulistano, que ainda está em fase embrionária. “Não sei lançar músicas separadas de um projeto. Ele é um disco, mas ainda é um feto. Agora estou grávido do próximo álbum e, em breve, vou parir ele”, compara.

Após ser definido como sofrência pop, o cantor afirma que o próximo disco trará canções tristes e animadas, para chorar, dançar e ser feliz. Além disso, ele pontua que não acha Lobos (2018) um álbum sofrido igual falam.

“Gosto de ter nuance e é por isso que gosto de ser um artista pop e gosto de lançar disco. Nenhuma pessoa é triste ou feliz o tempo todo. Eu quero celebrar quando eu estou bem e ser triste quando eu estou triste”, declara.

Coringa remete a Anti-Herói (2019), mas não é uma sequência ou continuação do trabalho anterior. O que liga os albúns são as composições inspiradas na vida do artista. “Coringa é pessoal, mas é mais visível e superficial. Não é uma face que mostro sempre, mas as coisas mais profundas vão existir, como sempre existem”, revela o cantor.

O single ganhou uma produção audiovisual que enfatiza o universo narrativo. O trisal, que protagoniza o clipe de Imatura, volta no vídeo de Coringa. Com produção cinematográfica, o trabalho foi gravado em duas diárias no Rio de Janeiro.

Imaturo a gente aprendeu na raça. Foi a primeira vez em tudo. Meu primeiro clipe. O dinheiro foi a maior diferença entre as duas produções”, compara.

O novo álbum apresentará a primeira parceria de Jão, que já participou de feats, mas nunca fez o próprio. Os nomes ainda estão sendo pensados, mas ele tem dois artistas em mente. “Quero pensar nos feats com carinho. Gosto de muita gente e faria música com muita gente. O Brasil tem muita gente incrível”.

Jão no BBB21

Após um sumiço das redes sociais, os fãs logo imaginaram que o Jão marcaria presença no Big brother Brasil 21. No entanto, a ausência foi apenas uma coincidência. “Sou o único ex-BBB que não foi pro BBB”, brinca.

“Eu estava lá de boa em uma aula de espanhol. E meu celular começou a transbordar de mensagens e as pessoas da minha cidade e meus amigos falando que sabiam que eu estava confinado. Comprei a narrativa e passei a acreditar também. Agora, assisto ao programa e me visualizo nas provas. Eu comprei, mas eu não fui convidado pra ir pro Big brother, isso nunca aconteceu”, esclarece. No caso do cantor, ele saiu das plataformas virtuais, pois não tinha nada para dizer.

Carreira internacional

O paulistano almeja, no futuro, investir em uma carreira internacional. “Muitos artistas pensam sobre isso e eu seria mentiroso se eu disser que não penso, mas tenho muitas coisas a conquistar antes de botar isso em prática”.

Assista ao novo clipe:

*Estagiária sob a supervisão de Roberta Pinheiro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE