Música

Após fim do duo, Daft Punk tem aumento vertiginoso de vendas e reproduções

Grupo de música eletrônica revelou o encerramento do projeto na última segunda-feira (22/2)

Gustavo Soares - Especial para o Uai
postado em 25/02/2021 10:44 / atualizado em 25/02/2021 10:45
 (crédito: AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Karl Walter)
(crédito: AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Karl Walter)

Após o anúncio da separação do duo de DJs francês Daft Punk nesta segunda (22/2), as reproduções dos discos e das músicas da dupla aumentaram significativamente em vários países, incluindo o Brasil. Segundo relatórios do MRC Data, as canções do grupo ganharam 6,76 milhões de streams nos Estados Unidos no dia da revelação do fim, o que representou um aumento de 242% em comparação ao dia anterior.

Já segundo o Alpha Data, provedor de análise de dados da revista Rolling Stone, os streams aumentaram em quase 500%, enquanto as vendas de músicas subiram 1335% e as vendas de discos digitais, 2650%

O disco futurista Discovery, de acordo com os dados, ganhou mais de 1,5 milhão de streams no dia 22, um aumento de 429% em relação ao dia anterior. O álbum figura entre os 500 melhores de todos os tempos da revista Rolling Stone. Outros discos também foram muito tocados no dia do anúncio da separação: Random Access Memories (600%), Homework (714%), Alive 2007 (294%) e TRON: Legacy (360%).

A Deezer Brasil também mostra que os streams em Daft Punk cresceram 260% de domingo para segunda. Com este número, o duo alcançou a segunda colocação do Trending Artists global da plataforma de streaming.

Fundada em Paris, em 1993, a banda é um dos maiores acontecimentos da história da música eletrônica. O prestígio internacional veio com grandes hits, como One more time e Harder, better, faster, stronger.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE