Prêmio

'Bacurau' perde e 'Nomadland' domina o Independent Spirit Awards

A principal premiação do cinema independente coroou 'Nomadland' como grande vencedor e preferiu candidato bósnio a 'Bacurau'

Correio Braziliense
postado em 23/04/2021 16:55
Chloe Zhao, de 'Nomadland', viu o filme receber prêmios em várias categorias  -  (crédito: AFP Photo/Film Independent)
Chloe Zhao, de 'Nomadland', viu o filme receber prêmios em várias categorias - (crédito: AFP Photo/Film Independent)

Último prêmio da temporada pré-Oscar, o Independent Spirit Awards anunciou os vencedores da edição de 2021. A premiação foi dominada por Nomadland, que venceu Melhor filme, Melhor direção com Chloe Zhao, Melhor edição e Melhor fotografia. O Brasil não saiu vitorioso. Bacurau concorria a Melhor filme internacional, mas perdeu para Quo Vadis, Aida?, longa bósnio que concorre ao Oscar.

Além de Nomadland, outro destaque foi Som do silêncio, que levou três prêmios importantes: Melhor ator com Riz Ahmed, Melhor ator coadjuvante com Paul Raci e Melhor direção de estreante com Darius Marder. Ainda em atuação, Carey Mulligan venceu Melhor atriz pelo papel interpretado em Bela vingança e Yuh-Jung Youn ganhou a categoria de atriz coadjuvante por Minari.

Nas categorias de seriados, I may destroy you venceu o prêmio principal de Melhor nova série, enquanto Nada ortodoxa dominou atuação, levando Melhor atriz e Melhor ator, com respectivamente Shira Haas e Amit Rahav.

O prêmio celebra, desta vez de forma remota, o cinema e séries independentes, com foco principalmente nas produções norte-americanas e de língua inglesa. As produções que concorrem precisam ser independentes, ou seja, sem auxílio financeiro de grandes estúdios. A premiação é distribuída desde 1984 e, geralmente, é a última a ser anunciada antes do Oscar, assim como foi este ano.

Vencedores do Independent Spirit Awards

Melhor filme: Nomadland
Melhor direção: Chloé Zhao - Nomadland
Melhor atriz: Carey Mulligan - Bela vingança
Melhor ator: Riz Ahmed - O Som do silêncio
Melhor atriz coadjuvante: Yuh-jung Youn - Minari
Melhor ator coadjuvante: Paul Raci - O Som do silêncio
Melhor roteiro: Bela vingança
Melhor fotografia: Nomadland
Melhor montagem: Nomadland
Melhor filme de estreia: Darius Marder - O Som do silêncio
Melhor roteiro de estreia: Andy Siara - Palm springs
Melhor filme internacional: Quo vadis, Aida? (Bósnia)
Melhor documentário: Crip camp: Revolução pela inclusão
Melhor nova série de TV: I may destroy you
Melhor atriz em nova série de TV: Shira Haas - Nada ortodoxa
Melhor ator em nova série de TV: Amit Rahav - Nada ortodoxa
Melhor elenco em série de TV: I may destroy you
Melhor série documental: Immigration nation
Prêmio Robert Altman (melhor elenco em filme): Uma noite em Miami
Prêmio John Cassavetes (filme feito com menos de US$ 500 mil): Residue
Melhor revelação (Someone to Watch Award): Ekwa Msangi - Farewell amor

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE