Cinema

Novo curta de Pedro Almodóvar, 'Human voice' será lançado no Brasil

O filme representa a estreia do cineasta na língua inglesa e é protagonizado pela vencedora do Oscar Tilda Swinton

Correio Braziliense
postado em 04/05/2021 14:33 / atualizado em 04/05/2021 15:16
Diretor Pedro Almodóvar e atriz Tilda Swinton nas gravações de 'Human voice' -  (crédito: Divulgação / Twitter @AgustinAlmo)
Diretor Pedro Almodóvar e atriz Tilda Swinton nas gravações de 'Human voice' - (crédito: Divulgação / Twitter @AgustinAlmo)

O curta-metragem Human voice, primeira produção do diretor espanhol Pedro Almodóvar em inglês, será distribuído nas plataformas digitais no Brasil, como Now, Vivo Play, Sky Play, iTunes, Apple TV, Google Play e YouTube, e no restante da América Latina pela Synapse Distribution. Protagonizado pela atriz britânica Tilda Swinton, o filme estreou na última edição do Festival de Veneza. O lançamento brasileiro acontecerá nos próximos meses.

O filme é uma adaptação de 30 minutos da peça homônima do poeta francês Jean Cocteau (1889-1963), de quem o cineasta é fã. A trama acompanha uma mulher à espera da ligação do companheiro que acabou de deixá-la. Sob o olhar atento do cachorro do ex, também abandonado, ela finge estar bem, mas logo perde o controle. O curta recebeu elogios na abertura do Festival Brasil de Cinema Internacional, que transcorre em abril no Rio de Janeiro.

Essa não é a primeira vez que Almodóvar aborda a narrativa do abandono feminino. Na comédia dramática Mulheres à beira de um ataque de nervos, o primeiro longa do diretor indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, a temática também é trabalhada. A musa da vez é a ganhadora do Oscar Tilda Swinton, que, para Pedro Almodóvar, trouxe verdade e a emoção às suas palavras em uma atuação excepcional. Assista ao trailer do curta:

O lançamento do filme dá continuação ao trabalho de curadoria da distribuidora Synapse, que trouxe às plataformas, em 2021, dez obras remasterizadas de Almodóvar pela primeira vez na América Latina.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE