Lançamento

Nando Reis lança EP com o filho, Sebastião Reis

O trabalho no formato voz e violão apresenta seis músicas do reportório de Nando Reis com novos arranjos e vocais do filho.

*Fernanda Gouveia
postado em 07/05/2021 17:01
A parceria entre pai e filho começa com o violâo -  (crédito: Carol Siqueira)
A parceria entre pai e filho começa com o violâo - (crédito: Carol Siqueira)

O EP Nando e Sebastião foi lançado nesta sexta-feira (7/5) e apresenta seis músicas de Nando Reis com novos arranjos e vocais de um dos seus filhos, Sebastião Reis, que também produziu o trabalho na companhia de Felipe Cambraia e Alexandre Fontanetti. As músicas escolhidas para o EP foram Eles sabem, Resposta, Os cegos do castelo, A minha gratidão é uma pessoa, Para luzir o dia e Luz antiga. De acordo com Nando Reis, a ideia do projeto surgiu com a realização das lives durante a pandemia. “O Sebastião passou a me acompanhar nas lives e fizemos o EP como uma parte do que tocamos juntos”, relata o cantor.

Sebastião Reis é um dos cinco filhos de Nando e é homenageado na música O mundo é bão, Sebastião!, escrita pelo pai e presente no álbum A melhor banda de todos os tempos da última semana, dos Titãs. Além disso, Sebastião é músico e, para ele, participar do projeto em parceria com o pai foi uma oportunidade de mostrar o lado de produtor. “Foi uma evolução para partir para uma coisa diferente. Esse disco foi focado nos violões, que é um elo em comum entre eu e meu pai. Todas as músicas do meu pai surgiram a partir do violão, mas agora eu consegui fazer o complemento do violão que eu aprendi com ele também, mostrando que eu podia acrescentar. Então, acho que esse disco é a síntese disso”, explica Sebastião.

Nando Reis conta que procurou deixar o filho livre para produzir com o objetivo de não interferir no processo de criação. “O Sebastião, além de ser muito talentoso, é muito criativo e perfeccionista. Então, ele trouxe para mim uma cobrança, com a juventude dele, e uma nova perspectiva”, explica o cantor. Sebastião explica a importância do aprendizado com o pai para o trabalho: “Eu fui a muitos shows do meu pai, então eu sei como ele toca. Foi muito bom poder pegar toda essa bagagem que eu tenho de ser fã do meu pai também. Com as coisas que eu aprendi, eu consegui botar essa outra visão e trazer um frescor”.

O canal do YouTube de Nando Reis apresenta vários conteúdos sobre as obras e pensamentos do cantor. Com mais de um milhão de inscritos, o artista conta histórias envolvendo a família e os amigos nos vídeos, como sobre a Cássia Eller, cantora carioca que começou a carreira musical em Brasília e foi uma das maiores representantes do rock brasileiro dos anos 90. Ela morreu em 2001 após sofrer três paradas cardíacas e trabalhou com Nando Reis em diversas canções, sendo muito próxima do cantor. “Ela é a cantora que mais gravou músicas minhas até hoje e eu fui produtor de três discos dela. Um dos shows mais marcantes da minha vida foi um que fiz em Brasília, quando fui convidado para fazer um show solo poucas semanas após a morte da Cássia num shopping center. O show lotou e foi uma comoção. Eu lembro que, inclusive, quando toquei All Star, eu tive que interromper a apresentação e sair do palco, porque eu não conseguia cantar de tanto que eu chorava. Então, Cássia e Brasília estão diretamente associados à minha vida também”, relembra Nando Reis.

O artista também revelou que gostou tanto do resultado do trabalho com o filho que pretende fazer um disco de vinil com mais músicas gravadas dessa forma. Segundo Sebastião, o futuro LP representaria o primeiro disco de vinil em formato de violão no estúdio da carreira do pai. Assista ao webclipe de Resposta, com Nando e Sebastião Reis.

*Estagiária sob supervisão de Nahima Maciel

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE