Desavenças

Irmão de Bruno, Thiago Gagliasso alfineta Giovanna Ewbank: "nunca fomos amigos"

Em entrevista a podcast, Thiago Gagliasso conta que sente falta do irmão. Eles estão rompidos há três anos por conta do apoio de Thiago ao presidente Jair Bolsonaro

Correio Braziliense
postado em 10/09/2021 10:46 / atualizado em 10/09/2021 10:49
 (crédito: orge Rodrigues Jorge/Carta Z )
(crédito: orge Rodrigues Jorge/Carta Z )

Não convidem para a mesma mesa os irmãos e atores Bruno e Thiago Gagliasso, rompidos há 3 anos por conta do apoio de Thiago ao presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista ao podcast 4talk cast, porém, Thiago disse que sente falta do irmão, mas que não nutre o mesmo apreço pela cunhada, a apresentadora Giovanna Ewbank.

"Da Giovanna não sinto falta. Nunca fomos amigos. Ela sempre foi fechada, uma pessoa um pouco mais difícil. Ela é mulher do meu irmão. Amanhã pode não ser mais a mulher dele, pode ser só a mãe dos filhos dele e eu respeito, mas eu sempre vou ser irmão de sangue”, afirmou Thiago.

Thiago contou que deseja conviver com Zyan, caçula de Bruno e Giovana. Quando ele nasceu, Thiago chegou a mandar uma mensagem para o irmão mais velho. "Quando nasceu o filho dele, eu mandei direct: ‘Parabéns, sei que seu filho vai nascer e é um momento legal. Apesar de a gente estar vivendo momentos distintos de vida, de percepções diferentes do mundo, te desejo tudo de bom e sou um cara grato a você’. Nunca proibi meu filho de ter contato com Bruno. Mas eu não acredito que ao contrário ele faria", lamentou.

Thiago e Bruno se desentenderam em 2018, depois de Thiago postar apoio ao Jair Bolsonaro nas redes sociais. "Ele não respeita minha opinião, a gente nunca brigou. A gente sente saudade de quem a gente gosta", disse Thiago, que chegou a ser secretário de cultura do estado do Rio de Janeiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE