Música

Violinista brasileiro está no repertório da reabertura do Carnegie Hall

Ricardo Herz terá obras apresentadas em concerto da Orquestra Sphinx Virtuosi no Carnegie Hall, espetáculo faz parte da programação de reabertura das atividades da casa

Correio Braziliense
postado em 06/10/2021 15:13 / atualizado em 06/10/2021 15:14
 (crédito: RvonKruger Fotografia)
(crédito: RvonKruger Fotografia)

Obras criadas pelo violinista Ricardo Herz antes da pandemia vão integrar o repertório de reabertura do Carnegie Hall, a prestigiada casa de concertos de Nova York (Estados Unidos). Temporariamente fechada por causa da pandemia de coronavírus, a casa volta a abrir no dia 15 de outubro com apresentação da Orquestra Sphinx Virtuosi. As obras de Herz escolhidas para a ocasião fazem parte do disco Nova música brasileira para corda

Ao saber da novidade, Herz criou uma versão exclusiva das músicas Mourinho e Inocente para a apresentação durante o programa do Concert and Gala. O violinista nasceu em São Paulo e tem formação em jazz no Berklee College of Music, de Boston. Atualmente, ele dá aula de música brasileira no Centre des Musiques Didier Lockwood em Paris (França). Herz tem passagem por importantes palcos europeus, como o Olympia, de Paris, e o Jazz à Vienne.

Com uma pegada popular para um instrumento clássico, Herz mistura jazz, ritmos brasileiros e referências africanas em uma música que tem a diversidade como marca. Ele já gravou discos como Yamandú Costa, Nelson Ayres e Domignuinhos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE