Preso

Rapper Fetty Wap é preso em Nova York acusado de tráfico de drogas

O rapper americano Fetty Wap foi preso em Nova York acusado de conspiração para tráfico de drogas pesadas

Agence France-Presse
postado em 29/10/2021 15:04
 (crédito: Maddie Meyer)
(crédito: Maddie Meyer)

O rapper americano Fetty Wap foi preso em Nova York nesta sexta-feira (29) acusado de conspiração para tráfico de drogas pesadas, como heroína, supostamente agindo como um "redistribuidor".


O artista, também conhecido como William Junior Maxwell II, foi um dos seis homens acusados por promotores no Brooklyn, disse o Departamento da Justiça em um comunicado.


Eles são acusados de transportar, distribuir e vender mais de 100 quilos de cocaína, heroína, fentanil e crack em Long Island e Nova Jersey.


Entre junho de 2019 e junho de 2020, os acusados supostamente obtiveram drogas na costa oeste e usaram o serviço postal e motoristas com veículos com compartimentos secretos para levar a droga a Nova York.


Então, as substâncias eram distribuídas aos vendedores, que as negociavam em Long Island e Nova Jersey, segundo os promotores. Um oficial de presídios de Nova Jersey está entre os presos.


"Maxwell era um (...) redistribuidor da organização de tráfico", disse o Departamento da Justiça.


Os promotores informaram que cerca de 1,5 milhão de dólares em dinheiro, 16 quilos de cocaína, dois quilos de heroína, muitas pílulas de fentanil e várias armas foram encontradas nas operações de busca.


"O fato de termos prendido um rapper conhecido e um oficial de prisões como parte da conspiração ilustra o quão vil o negócio das drogas se tornou", disse Michael Driscoll, do escritório do FBI em Nova York.


Agentes do FBI prenderam Maxwell, de 30 anos, no estádio de beisebol Citi Field no Queens, na quinta-feira à tarde. O rapper deveria se apresentar ali como parte do festival de música Rolling Loud.


Deve ser processado no tribunal ainda hoje. Se forem condenados, os acusados enfrentarão inclusive a possibilidade de prisão perpétua.


O cantor ganhou reconhecimento quando seu single de estreia, "Trap Queen", alcançou a segunda posição nas paradas dos EUA em 2015.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE