CINEMA

Ator Leonardo Bittencourt é destaque em produções de streaming

Com a repercussão das produções 'A Menina que matou os pais' e 'O menino que matou' meus pais, ator manauara aproveita bom momento e fala dos novos projetos para a carreira

Naum Giló*
postado em 03/11/2021 06:00
Ator Leonardo Bittencourt, que interpretou Daniel Cravinhos nos filmes do caso Von Richthofen
 -  (crédito: Estudio Art/Divulgação)
Ator Leonardo Bittencourt, que interpretou Daniel Cravinhos nos filmes do caso Von Richthofen - (crédito: Estudio Art/Divulgação)

Em 2018, o ator Leonardo Bittencourt deu vida ao personagem Hugo Rabelo, em Malhação: vidas brasileiras. No ano seguinte, participou da primeira temporada da aclamada série Segunda chamada, também na Globo. Mas foi interpretando Daniel Cravinhos, namorado de Suzane von Richthofen que participou do assassinato dos pais dela, que o amazonense Leonardo Bittencourt teve o seu nome amplamente conhecido pelo público.

O caso Von Richthofen rendeu dois longas, um com a versão de Daniel e o outro com a de Suzane, nos filmes A Menina que matou os pais e O menino que matou meus pais, que foram gravados ao mesmo tempo, ao longo de 33 dias. "Às vezes, gravávamos cenas dos dois filmes uma atrás da outra. Exigia muita concentração, atenção e estudo dos dois roteiros para conseguir destacar bem essas diferenças de uma versão e outra", detalha Bittencourt.

No filme sob a visão de Suzane, Daniel é apresentado como um aproveitador dissimulado, enquanto no segundo, sob a visão dele, é um rapaz manipulado pela namorada. Com a repercussão do caso, os longas se popularizaram rapidamente, tornando-se um dos filmes mais assistidos do ano no Prime Video e um dos mais procurados no Google na primeira semana de lançamento.

Daniel Cravinhos foi o primeiro protagonista do ator de 27 anos e, embora já tivesse aparecido na televisão, foi nesses dois longas que veio a virada na carreira de Bittencourt, que viu o número de seguidores dobrar nas redes sociais.

Para se preparar para o personagem, Leonardo conta ter tido aula de prosódia para falar com o sotaque paulistano, além de ter tido acesso aos trejeitos e características de Cravinhos, em um workshop, e às imagens de reconstituição do caso.

"O roteiro é 100% baseado nos autos do processo. Estudar tudo isso foi muito importante e, juntamente à minha interpretação sobre o caso, me ajudou a compor o personagem, mas também precisei me preparar mentalmente para as cenas mais pesadas", explica o ator. "Grandes personagens são oportunidades de conquistar meu espaço e fico feliz pela repercussão positiva. Acredito que um protagonista carrega uma grande responsabilidade e densidade nas cenas, na composição e em como contará uma história."

Novos projetos

Com todo o sucesso e repercussão que os dois filmes tiveram, Leonardo Bittencourt tem outros projetos para se lançar na dramaturgia. Ele estará na série brasileira da Netflix Temporada de Verão, prevista para o início de 2022, que é estrelada também por Giovanna Lancellotti, Gabz, Jorge López e Andréi Luiz Frambach. Bittencourt viverá o personagem Rodrigo, antagonista da trama. O ator também está cotado para gravar um novo projeto com a Amazon Prime. "Estou animado com as oportunidades que têm surgido após o sucesso do filme."

*Estagiário sob a supervisão de José Carlos Vieira

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE