Literatura

Brasiliense é confirmado na programação da Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Representando Brasília, Anderson S. Almeida, autor de ‘Fumaças bailarinas no salão da liberdade’, realizará uma sessão de autógrafos na 20ª Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Correio Braziliense
postado em 25/11/2021 11:35 / atualizado em 25/11/2021 11:42
 (crédito: Divulgação)
(crédito: Divulgação)

O escritor brasiliense Anderson S. Almeida, autor do livro Fumaças bailarinas no salão da liberdade, será o representante da capital brasileira na 20ª Bienal do Livro do Rio de Janeiro, um dos principais festivais literários da América Latina. Almeida participará de uma sessão de autógrafos no primeiro domingo do evento (5/12), às 14h30, no estande da editora Autografia. A Bienal será realizada entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Centro de Convenções Riocentro, na Barra da Tijuca.

Lançada no fim de 2019, a obra literária Fumaças bailarinas no salão da liberdade, que chegou a ocupar a posição de livro mais vendido na categoria “humor ácido” da Amazon, não teve oportunidade de ser exposta na Bienal de 2020, devido à pandemia da covid-19.

A narrativa da obra, que se passa em um futuro não datado, é uma crítica social em que um mundo onde muitos admitem o anseio de fugir da realidade bruta é apresentado. Segundo o autor, Fumaças bailarinas no salão da liberdade é um “tapa na cara dos tradicionais costumes”. Inspirado em autores como Jack Kerouac e William S. Burroughs, o livro é a estreia de Almeida no romance, sucedendo a coletânea de poemas Reflexos da Lua sobre o Sol, lançada em 2014.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE