Novela

A semana em Nos tempos do imperador: Dom Pedro II vai à Guerra do Paraguai

O imperador Dom Pedro II parte do Rio de Janeiro rumo ao sul do país, onde acaba sendo sequestrado

Correio Braziliense
postado em 29/11/2021 06:01
 (crédito: João Miguel Junior/ TV Globo)
(crédito: João Miguel Junior/ TV Globo)

A Guerra do Paraguai chega ao ápice nos capítulos de Nos tempos do imperador previstos para esta semana. Primeiro, Dom Pedro II (Selton Mello) recebe a confirmação de que Argentina e Uruguai estão do mesmo lado do que o Brasil na guerra e estão dispostos a ajudar.

Com a aprovação da Câmara, Dom Pedro II, Samuel (Michel Gomes), Augusto (Gil Coelho) e Dom Olu (Rogério Brito) partem para a zona do conflito para a aflição da imperatriz Teresa Cristina (Letícia Sabatella), de Luísa (Mariana Ximenes), da princesa Leopoldina (Bruna Griphão) e de Pilar (Gabriela Medvedovski). Quando volta ao Brasil da lua de mel, Gastão (Daniel Torres) também se junta a eles.

Já no sul do país, Tonico (Alexandre Nero) provoca Dom Pedro II e o imperador acaba descumprindo o protocolo de segurança de Caxias (Jackson Antunes). O resultado é que ele é sequestrado.


Confira o resumo da semana em Nos tempos do imperador

Fonte: TV Globo

Segunda
Tonico assume para Dolores que Zayla é sua amante. Guebo e Justina trocam olhares. Tonico pede que Dolores convide Pilar para jantar. Pedro reúne o apoio financeiro dos deputados para a Guerra do Paraguai. Com a ajuda de Nélio, Lupita liberta Batista, que propõe um acordo a Lota. Com medo do amor que sente por Quinzinho e as crianças, Vitória decide deixar o Brasil. Zayla chega para o jantar com Tonico, Dolores, Pilar e Samuel.

Terça
Zayla provoca Samuel e Pilar. Quinzinho beija Vitória, que desiste de partir. Guebo convida Justina para sair. Pilar revela para Dolores que Samuel é irmão de Tonico. Olu e Cândida descobrem que Zayla é amante de Tonico. Lota faz insinuações sobre Lupita e Borges para Batista. Nicolau vê Nino e Celestina se beijando. Luísa se ressente da união entre Pedro e Teresa. Caxias avisa a Pedro que foi selada a aliança entre Brasil, Argentina e Uruguai contra Solano Lopez.

Quarta
Todos comemoram a aliança do Brasil na guerra. Pilar aconselha Zayla a não se afastar de Cândida e Olu. Pedro e Caxias comemoram a primeira vitória brasileira na guerra. Nicolau confronta Celestina sobre Nino. Luísa e Teresa se despedem de Pedro, e Pilar, Leopoldina e Cândida fazem recomendações a Samuel, Augusto e Olu. Gastão e Isabel estão a caminho do Brasil. Tonico orienta Zayla a se mudar para sua casa enquanto estiver na guerra. Pedro, Caxias e o exército brasileiro partem para a guerra.

Quinta
Gastão e Isabel chegam ao Brasil, e o conde se ressente por não ter sido avisado sobre a guerra. Isabel pede que Luísa convença Gastão a não ir para a guerra. Tonico provoca Samuel, que afirma a Augusto que o deputado tem algum interesse na guerra. Nélio encontra uma carta comprometedora para Tonico. Justina e Guebo se beijam. Leopoldina descobre que está grávida. Tonico e Pedro conversam sobre o assassinato de Ambrósio, e Samuel fica mexido.

Sexta
Samuel disfarça e afirma a Tonico que não conhecia Ambrósio nem Jorge. Isabel pede que Gastão lhe dê um filho. Samuel fica aflito ao mentir para Pedro. Vitória tem a ideia de fazer uma noite só de mulheres para salvar o cassino. Gastão parte para a guerra. Batista questiona Lota sobre o pai de Bernardinho. Zayla desconfia da proximidade entre Dolores e Nélio. Tonico provoca Pedro a desobedecer às ordens de segurança de Caxias. Pedro é sequestrado.

Sábado
Caxias inicia as buscas ao Imperador. Pedro ouve quando Filinto e Joel conversam sobre sua entrega a Solano Lopez. Luísa e Teresa têm um mau pressentimento. Samuel resgata Pedro. Caxias detém Joel, mas Filinto consegue fugir. Samuel desconfia do comportamento de Tonico. Caxias repreende Pedro. Pilar se preocupa com a saúde de Irmã Clarice. Tonico tira a vida de Joel, e Nino se espanta com o deputado. Samuel comenta com Olu que desconfia de Tonico. Irmã Clarice não resiste, e Pilar constata que o cólera chegou ao Rio de Janeiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE