Exposição

Obras de Amílcar de Castro vão integrar Parque de Esculturas do CCBB

Localizado no CCBB Brasília, o Parque das Esculturas estará aberto para visitas a partir de 22 de fevereiro. Nele, serão expostas 67 esculturas do artista Amílcar de Castro

Correio Braziliense
postado em 04/01/2022 16:35 / atualizado em 05/01/2022 15:14
 (crédito: Vicente de Mello)
(crédito: Vicente de Mello)

Rumo a Brasília estão sendo transportadas 67 esculturas de grande porte do artista Amílcar de Castro, diretamente de Dom Silvério, Minas Gerais. O destino final das obras será o Parque das Esculturas, novo espaço do Centro Cultural Banco do Brasil Brasília (CCBB Brasília), que será inaugurado em 22 de fevereiro. As esculturas são parte do legado deixado pelo mineiro Márcio Teixeira, maior colecionador privado de Amílcar de Castro.

Realizado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), agora guardião do acervo, o Parque de Esculturas será o primeiro tributo em memória de Teixeira e Castro. Com curadoria de Marília Panitz, o projeto O jardim de Amílcar de Castro: Neoconcreto sob o céu de Brasília, que ocupará uma área de 20 mil m², irá apresentar as esculturas do premiado artista brasileiro por um período de dois anos. A exposição gratuita tem como proposta criar um grande jardim de esculturas nos gramados de Brasília, permitindo ao público uma visita a céu aberto.

Além da exposição, serão desenvolvidos site, aplicativo, catálogo, seminários, palestras, mesas redondas e oficinas de visitação do projeto. A mostra propõe destacar o que poderia ter sido do encontro da arte neoconstrutivista de Amílcar de Castro com a arquitetura e urbanismo de Brasília, cidade caracterizada pelo espaço aberto e amplo horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE