ARTE

Van Gogh: exposição imersiva estreia em SP e vem à Brasília em seguida

Após encantar o público de 24 países, a exposição Beyond Van Gogh chega ao Brasil e estará instalada em um pavilhão de mais de 2 mil metros quadrados

Agência Estado
postado em 17/03/2022 07:57
 (crédito: SILVIO AVILA)
(crédito: SILVIO AVILA)

Um dos artistas mais conhecidos e reverenciados de todos os tempos, Vincent van Gogh (1853-1890) tornou-se mesmo um ídolo pop de várias gerações. Seja por sua história de vida cheia de angústias e tormentos, seja por sua obra que trespassa o tempo e conquista mais e mais fãs mundo afora. Quando se anuncia uma exposição com obras do pintor holandês, a procura pelo público é imediata, afinal, quem não quer apreciar seus quadros de cores fortes, com amarelos e azuis que capturam a atenção de qualquer um? Pois bem, será aberta nesta quinta-feira, 17, a mostra imersiva Beyond Van Gogh, no MorumbiShopping, em São Paulo, que, a partir de 21 de julho, segue para Brasília, no Park Shopping.

Após encantar o público de 24 países, a exposição Beyond Van Gogh chega ao Brasil e estará instalada em um pavilhão de mais de 2 mil metros quadrados construído no estacionamento do shopping. Esta versão para o País foi pensada ainda como uma homenagem à Semana de Arte Moderna de 1922, que estará retratada em um café temático. "O público brasileiro vai ter a oportunidade de finalmente ver esse projeto que já passou por mais de cem cidades no mundo", afirma Rafael Reisman, CEO da Blast Entertainment, que traz a mostra para o Brasil. Segundo ele, nenhuma exposição na história vendeu tantos ingressos como essa. "A soma de todos os ingressos para essa mostra ultrapassou 10 milhões de visitantes ao redor do mundo."

EXPERIÊNCIA

Em uma experiência que levará o público não somente a ver, mas, de certa forma, a também entrar na obra do pintor holandês, Beyond Van Gogh está dividida em seis ambientes, como explica Reisman. "O público vai entrar por uma área em que há um café, um bar e um palco, onde estarão os atores Leo Vaz, Milena Castro e Breno Ganz, que explicam a história de Van Gogh de forma leve e fácil de entender", conta. Em seguida, continua o CEO, as pessoas passam para uma área chamada Educacional, onde entram em contato com um pouquinho mais da história do artista. "Isso é em 2D, com painéis que abrigam partes de cartas dele para o irmão, Theo, e do irmão para ele."

Continuando a visita, o próximo ambiente carrega o público para se maravilhar em um jardim de girassóis, um dos símbolos marcantes em quadros de Van Gogh. Já em outra sala, "intitulada Waterfall, uma cachoeira, com a imagem do Van Gogh, aí sim já é projeção num quarto escuro, bem escuro, e um retrato dele é formado no telão e depois ele se dissolve", conta Reisman. E, enfim, será o momento de conferir o espaço principal, que conta com 2.000 m² de projeção em 360° nas paredes e no piso inteiro. Aqui, um passeio que permite aos visitantes observar os quadros como se estivessem dentro deles.

TECNOLOGIA

A demora para a exposição chegar ao Brasil se deve ao fato de, além das limitações impostas pela pandemia, se tratar de uma exposição extremamente complicada, tornando complexa a vinda ao País. Sem revelar valores, Reisman conta que "o investimento para torná-la viável aqui foi muito alto, principalmente pela parte tecnológica". Será a primeira vez, como ele explica, que o Brasil vai juntar 40 projetores a laser. "Cada um desses é suficiente para fazer uma sala de cinema, e tudo isso foi condensado em um ambiente de mil metros quadrados", observa ainda.

O CEO explica também que se trata de um projeto que teve uma dificuldade ainda maior para ser viabilizado por não contar com patrocínio. "Esse é um projeto que está 100% dependente de bilheteria, então foi uma decisão ousada trazer para o Brasil, mas a gente decidiu trazer de qualquer forma." Ele revela ainda que são esperados 400 mil visitantes nos próximos quatro meses.

TRILHA SONORA

Nessa viagem pela obra de Van Gogh, os produtores arremataram o trajeto de visita com músicas pensadas especialmente para o momento. O repertório conta com nomes como Miles Davis, Pat Metheny, John Hopkins e Oscar Alexander Desplat.

Beyond Van Gogh

Morumbi Shopping. Av. Roque Petroni Júnior, 1.089, estacionamento G4. 2ª a sáb., 10h/22h; dom., 10h/19h. R$ 70/R$ 130 (pacotes: R$140/R$ 520). Até 3/7.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 

CONTINUE LENDO SOBRE