ELEIÇÃO DO BID

Governo cumprimenta novo presidente do BID

Em nota conjunta, ministérios da Economia e das Relações Exteriores elogiam proposta de Maurício Claver-Carone, que assumirá o cargo em 1° de outubro no comando do BID

Rosana Hessel
postado em 12/09/2020 20:54 / atualizado em 12/09/2020 22:07
 (crédito: Mandel Ngan/AFP)
(crédito: Mandel Ngan/AFP)

O governo brasileiro, em nota conjunta dos ministérios da Economia e das Relações Exteriores (MRE), o cumprimentou o novo presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Maurício Claver-Carone, eleito neste sábado (12/09). Juntas, as duas pastas elogiaram a proposta do candidato, que não teve concorrentes no pleito.

"Apoiada pelo governo Brasileiro, a eleição de Mauricio Claver-Carone representa uma proposta de gestão pragmática, transparente, eficiente e associada a valores comuns e fundamentais às Américas, como democracia, liberdade econômica, desenvolvimento sustentável e Estado de Direito", informou o documento divulgado às 20h. O novo presidente do BID iniciará o mandato de cinco anos em 1º de outubro.

"Nesse espírito o Brasil acredita que o BID terá papel ainda maior para alavancar os recursos necessários para apoiar a recuperação econômica da região, principalmente por meio de investimentos do setor privado e em infraestrutura", adicionou o comunicado.

A nota ainda agradeceu Luis Alberto Moreno, atual presidente do BID, "pelos serviços prestados em um período marcado por grandes conquistas da instituição e transformações na região".

Claver-Carone é atual assistente adjunto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e diretor sênior para Assuntos do Hemisfério Ocidental do Conselho de Segurança Nacional dos EUA. Ele foi o único candidato para as eleições que foram realizadas neste sábado durante a Assembleia dos Governadores.

É a primeira vez que o presidente do BID será de um país fora da América Latina, interrompendo uma tradição desde a criação da instituição, em 1959.

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação