Auxílio emergencial 2021

Auxílio emergencial: Caixa faz live sobre primeira rodada de pagamentos

Segundo o presidente da CEF, Pedro Guimarães, serão feitos cerca de dois encontros semanais neste início do programa

Gabriela Bernardes*
João Vitor Tavarez*
postado em 06/04/2021 17:25 / atualizado em 06/04/2021 17:26
 (crédito: Marcello Casal JrAgência Brasil)
(crédito: Marcello Casal JrAgência Brasil)

A Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento do auxílio emergencial de 2021 nesta terça-feira (6/4). Até o fim de abril, cerca de 40 milhões de pessoas vão receber a primeira parcela do benefício, de acordo com o Ministério da Cidadania. Para esclarecer informações, a Caixa fez hoje uma live em seu canal no YouTube com o presidente da estatal, Pedro Guimarães.

Guimarães abriu o encontro virtual explicando os canais digitais para cadastramento no programa. E comentando o calendário de pagamentos, que segue o mês de aniversário dos beneficiários. Em relação ao crédito da parcela 1, o cronograma obedece uma média de pagamentos a cada dois dias úteis.

Nascidos em janeiro e trabalhadores do Cadastro Único recebem o pagamento a partir desta terça-feira. No dia 30 de abril, é a vez dos nascidos em dezembro, concluindo, assim, o ciclo de 12 lotes de pagamento da primeira parcela. Em maio, começa a rodada da parcela 2; em junho, da parcela 3; e em julho, da 4.

Aqueles atendidos pelo Bolsa Família começam a receber no dia 16 deste mês, conforme o último dígito do Número de Identificação Social — que totaliza 10 algarismos.

“Esse modelo de pagamento é simples para toda a população e cria uma relação relativamente fácil das pessoas entenderem. Além disso, o calendário de pagamento do Bolsa Família favorece um público que, normalmente, tem menos acesso à informação”, destacou Pedro Guimarães.

Requisitos

Em seguida, o presidente da instituição explicou os requisitos exigidos para receber o benefício, período de saque e transações financeiras por meio da poupança digital. Sobre o funcionamento das agências, Guimarães destacou que, em virtude da pandemia, os bancos não estão abrindo aos sábados, como já ocorreram 22 vezes no passado. “É porque há um uso sensivelmente maior do aplicativo Caixa Tem pela população neste início do programa”, reforçou.

O novo auxílio será pago independentemente de solicitação para a pessoa que, em dezembro de 2020, tinha cadastro elegível para recebimento. De acordo com o presidente do banco, a atualização do cadastro no Caixa Tem é importante, mas não obrigatória: “A atualização no Caixa Tem é importante para a redução de fraudes, e ajudará que se receba mais rápido o auxílio, mas não é parte determinante”.

Pedro Guimarães respondeu às dúvidas de usuários e afirmou que a Caixa fará lives a cada dois ou três dias nesta primeira fase de pagamentos.

O cronograma completo do benefício está no disponível no site da Caixa.

* Estagiários sob supervisão de Andreia Castro

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE