LEILÃO 5G

Anatel adia mais uma vez reunião para decidir futuro do 5G no Brasil

Edital está sendo preparado há três anos. Licitação do 5G no Brasil pode ser o maior leilão de radiofrequências da história do país. Reunião deve ser retomada na próxima segunda-feira (13/9)

Fernanda Strickland
Luana Patriolino
postado em 10/09/2021 16:59 / atualizado em 10/09/2021 16:59
 (crédito: Sinclair Maia/Anatel - 17/8/17)
(crédito: Sinclair Maia/Anatel - 17/8/17)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) cancelou a reunião extraordinária para a deliberação do edital sobre o leilão das faixas para tráfego dos sinais da internet móvel de quinta geração, o 5G, que estava prevista para acontecer nesta sexta-feira (10/9).

Em nota, a agência não deu detalhes sobre os motivos do cancelamento e limitou-se a dizer que “quando a reunião for remarcada, divulgaremos no portal da Agência na internet”.

Segundo o site da Anatel, a reunião foi cancelada a pedido do conselheiro Emmanoel Campelo de Souza Pereira, relator do processo referente ao Edital 5G, e deve ser retomada na semana que vem. "Informamos que a Reunião Extraordinária do Conselho Diretor agendada para a data de hoje foi adiada para a próxima segunda-feira, dia 13/09/2021", informou.

A licitação do 5G do Brasil pode ser o maior leilão de radiofrequências da história do país e se tornar a maior oferta pública de capacidade para a tecnologia móvel de quinta geração no mundo. O edital está sendo preparado há três anos. Desde setembro de 2018, foram abertas consultas públicas para tratar do assunto. A Anatel finalizou a primeira versão do documento em fevereiro deste ano. Depois, o parecer seguiu para revisão do Tribunal de Contas da União (TCU). No entanto, o órgão devolveu o edital para que a agência realizasse ajustes.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE