Crise

Mercado reduz projeção de crescimento da economia e prevê inflação em alta

Boletim Focus desta segunda-feira (13/9), mostra que economistas estão pessimistas quanto a situação econômica do Brasil

Cristiane Noberto
postado em 13/09/2021 08:56 / atualizado em 13/09/2021 09:17
 (crédito: Júlio Lapagesse/CB/D.A Press)
(crédito: Júlio Lapagesse/CB/D.A Press)

A economia brasileira vai  crescer menos tanto em 2021, quanto em 2022. A previsão do mercado, segundo o Relatório de Mercado Focus desta segunda-feira (13/9), é de que o Produto Interno Bruto (PIB) fique em 5,15% em 2021 e 1,93% em 2022. A taxa básica de juros também deve sofrer alteração, fechando 2021 em 7,63%, e 7,75% em 2022.

O mercado espera que a Selic deste ano tenha aumento na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que deve ocorrer entre 20 e 21 de setembro. O colegiado já havia informado no começo do mês que nova alta deverá ocorrer na próxima reunião.

O dólar ainda deve subir para R$ 5,17, ante os R$ 5,10 de quatro semanas atrás, de acordo com o documento. Para 2022, o mercado manteve a expectativa de câmbio em R$ 5,20.

Após 22 altas seguidas, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) manteve o mesmo percentual de quatro semanas, em 7,58%. No entanto, o número está bem acima da média perseguida pelo BC, definida pelo Conselho Monetário Nacional em 3,35% para 2021.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE