Setor imobiliário

Incorporadoras registram alta de 69,5% nos lançamentos no último trimestre

Resultados expressivos destacam o lançamento de mais de 35 mil unidades entre maio e julho deste ano. Já as vendas de imóveis passaram de 39 mil no período

Fernanda Strickland
postado em 25/10/2021 13:27 / atualizado em 25/10/2021 13:27
 (crédito: Breno Fortes/CB/D.A Press - 30/1/18)
(crédito: Breno Fortes/CB/D.A Press - 30/1/18)

O Indicador da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc-Fipe) aponta que, no último trimestre móvel (maio, junho e julho), houve alta de 69,5% nos lançamentos de imóveis e de 12,8% nas vendas, ante o mesmo período de 2020. Neste intervalo, foram lançadas 35.047 unidades habitacionais, e  as vendas passaram de 39 mil imóveis no período. Os dados referem-se ao levantamento realizado com 18 empresas associadas à entidade.

O indicador Abrainc-Fipe mostra que quando se consideram os sete primeiros meses de 2021, o volume de novos imóveis lançados é 58,7% superior ao mesmo período do ano passado e já totaliza 68.754 unidades. “Ao somarmos os últimos 12 meses, encerrados em julho, os números saltam para 146.508 novas unidades oferecidas no mercado, o que corresponde a um aumento de 35,4% em relação ao intervalo precedente”, esclarece o indicador.

Os bons resultados também são verificados nas vendas: foram comercializadas 39.355 unidades no último trimestre móvel. “O número significa um salto de 12,8% quando comparado ao mesmo período de 2020. Entre janeiro e julho, 85.690 unidades foram negociadas, representando um crescimento de 19% sobre igual período do ano anterior. Nos últimos 12 meses, 152 mil unidades foram vendidas pelas incorporadoras, um crescimento de 25,7% em relação ao intervalo anterior”, explica a Abrainc-Fipe.

Segmentos

De acordo com indicador, os empreendimentos do programa Casa Verde Amarela (CVA) representaram 74,8% dos lançamentos e 82,7% das vendas nos últimos 12 meses. No trimestre móvel, houve um aumento na comercialização de imóveis do segmento na ordem de 8,9%. Já no acumulado do ano, os números subiram 18,5% e, nos últimos 12 meses, o crescimento foi de 28,4%,

O indicador observa que no segmento residencial de Médio e Alto Padrão (MAP) teve no trimestre móvel uma elevação nos lançamentos de 477,7%, se comparado ao mesmo período do ano passado, e uma alta de 235,6% no acumulado do ano. Foi observado, ainda, uma elevação de 117,1% em 12 meses. As vendas também apontam para uma subida de 41,7% em relação ao mesmo período de 2020, 23,8% entre janeiro e julho de 2021 e 16,8% quando considerados os últimos 12 meses.

“O setor imobiliário segue consistente e os números comprovam isso: nos últimos 12 meses foram comercializadas mais de 152 mil unidades pelas incorporadoras, o que demonstra a solidez e o potencial da atividade no processo de recuperação econômica brasileira. O nosso horizonte é o de crescimento, geração e manutenção de empregos e investimentos”, destaca Luiz França, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE