TRABALHO

Embraer abre mil novas vagas de emprego no Brasil

Fabricante de aviões prevê aumento no volume de entregas de 15% a 25%, neste ano, e inicia processo de seleção em várias áreas

Correio Braziliense
postado em 12/05/2022 17:27
 (crédito: ROSLAN RAHMAN / AFP)
(crédito: ROSLAN RAHMAN / AFP)

Diante da perspectiva de retomada do setor aéreo após o tombo durante a pandemia da covid-19, a Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer) anunciou, nesta quinta-feira (12/5), a abertura de mil vagas de emprego no Brasil. O foco da medida é a retomada da produção e o crescimento da área de serviços e suporte, desenvolvimento de produtos e geração de novos negócios. As inscrições e detalhes sobre as vagas, remotas e de modelo híbrido, estão disponíveis no site da empresa.

As oportunidades contemplam várias áreas, como setor de operação, engenharia e administrativo. Pelas estimativas apresentadas pelas empresa do mercado, o volume de entrega de aeronaves para este ano deve aumentar entre 15% e 25%, na comparação com o ano anterior.

"O movimento de crescimento para retomar todo o potencial da companhia é esperado para continuar ocorrendo pelos próximos anos, em linha com os estudos apresentados pela Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata)", informou a companhia em nota à imprensa.

As contratações materializam o plano estratégico que inclui a retomada do crescimento da aviação e todo o investimento em tecnologia, inovação e novos negócios da Embraer. “Estamos muito entusiasmados com as perspectivas de mercado que geram oportunidades de carreira em diversas áreas da companhia”, disse Carlos Alberto Griner, vice-presidente de Pessoas, ESG e Comunicação da Embraer, no comunicado.

Retomada

Nos últimos dois anos, a Embraer assegurou a sustentabilidade da organização e a capacidade de engenharia diante dos impactos causados pela covid-19 na economia global e pelo cancelamento da parceria com a Boeing. Para se manter competitiva e atravessar a grave crise do setor foi elaborado e executado um plano estratégico que permitiu recuperar a empresa e retomar um novo ciclo de crescimento, que inclui recontratações para as operações.

No fim de 2021, o Grupo Embraer tinha cerca de 18 mil colaboradores. Segundo a empresa, as novas contratações consideram um olhar mais diverso, de valorização das individualidades, dos compromissos de ESG, e estão conectadas às tendências do futuro do trabalho, com vagas permanentemente remotas e modelos híbridos de exercício das atividades, por exemplo.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE