Canoagem velocidade

Jacky Godmann fica em 6º lugar nas quartas do C1 1000m e se despede de Tóquio

O baiano de 22 anos encerra sua primeira participação olímpica com o quarto lugar na disputa da categoria C2 1000m ao lado de Isaquias Queiroz. Jacky teve que substituir Erlon Silva, parceiro de Isaquias, que se lesionou e foi cortado dos Jogos

Maria Eduarda Cardim
postado em 06/08/2021 00:30 / atualizado em 06/08/2021 00:34
 (crédito: Gaspar Nóbrega/COB)
(crédito: Gaspar Nóbrega/COB)

Depois de passar pela bateria classificatória da prova da C1 1000m da canoagem velocidade em quarto lugar, o brasileiro Jacky Godmann ficou em sexto lugar nas quartas de final disputadas nesta quinta-feira (5/8) e se despediu dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Para passar para a semifinal, Jacky precisava chegar em primeiro ou segundo lugar. Na fase que antecede a final, o Brasil será representado pelo medalhista olímpico Isaquias Queiroz, que avançou para a semi ao vencer sua bateria classificatória.

Jacky começou a prova das quartas de final com um bom ritmo, mas não conseguiu manter a cadência até o final da disputa. Chegou a ficar em terceiro lugar no início da prova, mas depois da metade da prova, nos 500 metros, caiu para quinta posição. Com 4:18.208, Jacky terminou a corrida em sexto lugar e se despediu de Tóquio.

O baiano de 22 anos encerra sua primeira participação olímpica com o quarto lugar na disputa da categoria C2 1000m ao lado de Isaquias Queiroz. Jacky teve que substituir Erlon Silva, parceiro de Isaquias, que se lesionou e foi cortado dos Jogos. "O foco era o C2. Tenho que melhorar o C1, não me senti bem de continuar o ritmo, mas estou feliz por ter ficado em quarto no C2", disse em entrevista ao SportTV. 

O Brasil ainda tem chance de ganhar uma medalha na canoagem velocidade com Isaquias Queiroz, três vezes medalhista olímpico no Rio, em 2016. O brasileiro se classificou para a semifinal após realizar uma boa prova classificatória.

O canoísta venceu a bateria com o tempo de 3:59.894, o melhor de todas as cinco baterias classificatórias. A duas semifinais da C1 1000m ocorrem nesta sexta-feira (6), a partir de 21h44 (horário de Brasília).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE