LIBERTADORES

Renato Gaúcho e Arão exaltam possível semifinal carioca na Libertadores

"Uma semifinal contra o Fluminense será boa para o futebol do Rio de Janeiro", diz técnico Renato Gaúcho, após classificação do Flamengo com goleada sobre o Olímpia

Maíra Nunes
VICTOR PARRINI*
postado em 18/08/2021 22:49 / atualizado em 18/08/2021 23:00
 (crédito: Alexandre Vidal/Flamengo)
(crédito: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo saiu com a moral lá no alto diante da classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América após a goleada sobre o Olímpia, do Paraguai, por 5 x 1 (9 x 2 no placar agregado), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na noite desta quarta-feira (18/8). Na próxima fase, o rubro-negro enfrentará o vencedor de Fluminense e Barcelona de Guayaquil, do Equador. Mesmo sem querer admitir a torcida por um adversário, Renato Gaúcho e Willian Arão revelaram certa preferência por pegar o Tricolor carioca na briga por uma vaga na decisão, já que isso enalteceria o futebol do Rio de Janeiro. De quebra, esse cruzamento ainda colocaria quatro clubes brasileiros entre os mais bem colocados da competição continental.

“A nossa parte já fizemos, que é estar na semifinal. Eles (do Fluminense) que façam a parte deles. Claro que para o futebol carioca seria legal ter dois clubes do Rio na semifinal da Libertadores, algo histórico. Mas nem eu nem o clube escolhemos adversário”, comentou o volante Willian Arão, jogador que marcou o terceiro gol da vitória flamenguista sobre o Olímpia, no Mané Garrincha. O jogador ainda acrescentou o espírito vencedor do elenco, que costuma manter o ritmo intenso até o fim das partidas, mesmo com a vantagem no placar. “Isso é do grupo, já conseguimos ser campeão do Brasileiro e da Libertadores. A cada jogo, a gente quer melhorar e vai entrar para vencer sempre”, completou Arão.

Renato Gaúcho faz coro ao atleta do meio campo flamenguista. Ex-jogador com passagens marcantes pelo futebol carioca e um apaixonado declarado pelo Rio de Janeiro, o técnico foi no embalo de Willian Arão na entrevista coletiva após o jogo e não escondeu a torcida por um Fla-Flu no confronto pela vaga na decisão da Libertadores. “Uma semifinal contra o Fluminense será boa para o futebol do Rio, mas o mais importante é que o Flamengo já garantiu a vaga para a semifinal”, avaliou.

Apesar do clima de euforia após a classificação rubro-negra diante do amplo domínio sobre o adversário paraguaio, Renato faz questão de manter os pés no chão. Dono de um dos melhores elencos do futebol sul-americano, o Flamengo é considerado por muitos como um dos favoritos ao título continental. No entanto, o técnico prefere evitar discussões antes da bola rolar. “Esse negócio de favoritismo não entra aqui. O Flamengo busca sempre a vitória e respeita todos os adversários. O torcedor e o jornalista têm o direito de opinar, mas aqui dentro não pensamos dessa forma. Queremos sempre trabalhar e buscar vitórias. Esse é o objetivo do Flamengo”, frisou Renato Gaúcho.

As semifinais da Libertadores estão agendadas para 22 e 29 de setembro. Na outra semifinal, o Palmeiras vai encarar o vencedor de Atlético Mineiro x River Plate. Diante dos sobreviventes na competição, Renato Gaúcho também foi questionado sobre o investimento do Atlético-MG em peças renomadas, como o atacante Diego Costa para engrossar o ataque que já conta com Hulk. “Todo clube que tem condições, busca se reforçar. O Flamengo faz isso, assim como Atlético-MG e Palmeiras. Quanto mais forte o grupo, maiores são as chances de conquistar títulos”, ressaltou o técnico rubro-negro.

 

*Estagiário sob supervisão de Maíra Nunes

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE