ESPÍRITO SANTO

Técnico é suspenso após cabeçada em bandeirinha; ele nega agressão

Agressão teria ocorrido no intervalo da partida entre Desportiva e Nova Venécia, pela final do Campeonato Capixaba

Correio Braziliense
postado em 11/04/2022 15:59 / atualizado em 11/04/2022 16:55
 (crédito: Reprodução/TV Educativa)
(crédito: Reprodução/TV Educativa)

O ex-técnico da Desportiva Ferroviária Rafael Soriano foi suspenso de forma preventiva por 30 dias pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Espírito Santo (TJD-ES), nesta segunda-feira (11/4), após ter dado um cabeçada na bandeirinha Macielly Netto, no domingo (10/4).

A agressão ocorreu no intervalo da partida contra o Nova Venécia, que jogava em casa, pelas quartas de final do Campeonato Capixaba.

O ex-técnico ainda responderá a processo disciplinar. Soriano foi demitido do time na noite de domingo (10/4). O time também repudiou a agressão.

Em entrevista à TV Cultura, o ex-técnico acusou a bandeirinha de estar mentindo sobre a agressão. Ele negou que tenha dado uma cabeçada nela e a desafiou a registrar um Boletim de Ocorrência. 

"Ela foi empurrar os jogadores e agora quer dizer que foi agredida. Ela tá querendo se aproveitar de uma situação porque é mulher. Não encostei nela, se encostei, ela vai provar na delegacia", disse. Nas imagens da partida, no entanto, é possível ver o momento em que o técnico projeta a cabeça para a frente, na diração da bandeirinha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE