Skate

Rayssa Leal conquista ouro inédito no X Games

Fadinha superou concorrentes japonesas e australiana na madrugada deste domingo, na Ásia, no maior evento de esportes radicais do mundo, e ganhou mais um título inédito aos 14 anos

Correio Braziliense
postado em 24/04/2022 08:58 / atualizado em 24/04/2022 09:09
 (crédito: Twitter/ reprodução)
(crédito: Twitter/ reprodução)

O esporte brasileiro viveu na madrugada deste domingo mais um conto de fadas. Medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, Rayssa Leal subiu ao degrau mais alto do pódio pela primeira vez no X Games, em Chiba, no Japão. Aos 14 anos, a maranhense de Imperatriz superou o quarto lugar de 2019, na etapa de Mineápolis, nos Estados Unidos. Ela é a mais jovem campeã da competição.

Rayssa avançou à final em terceiro lugar para a final. Na decisão, superou as donas da casa Funa Nakayama e Yumeka Oda e conquistou a inédita medalha de ouro. Ela deixou para trás a anfitriã Funa Nakayama (prata) e a australiana Chloe Covell (bronze). Entre as outras brasileiras, Pamela Rosa terminou em sexto lugar, e Gabrela Mazetto, em sétimo na principal competição de esportes radicais do mundo.


“A minha primeira medalha no X Games é douradinha. Mais uma medalha no Japão para o Brasil. Obrigada pela torcida, galerinha”, escreveu Rayssa Leal no Twitter ao fim da prova. Ao receber o prêmio, a brasileira foi às lágrimas aos gritos de “bravo” das concorrentes. Celebrada, ganhou abraços e colocou o capacete antes de posar para as fotos.


O Brasil não teve o mesmo sucesso no masculino. O país ficou fora da final. Luiz Francisco e Gui Khury ficaram em nono e décimo lugar, respectivamente, e não passaram da fase eliminatória. Antes, nos dois primeiros dias de competição no Japão, Ghi Khury havia levado a prata no skate vert no X Games de Chiba.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE