Denúncia

Corinthians: Polícia não acha provas após denúncia de lavagem de dinheiro

Corinthians: Polícia não acha provas após denúncia de lavagem de dinheiro -  (crédito: Jogada10)
Corinthians: Polícia não acha provas após denúncia de lavagem de dinheiro - (crédito: Jogada10)
Jogada10
postado em 11/11/2023 12:08

O Corinthians não vive má fase apenas dentro das quatros linha com o risco de entrar na zona de rebaixamento como também fora dele. Isso porque o clube foi alvo de denúncias de lavagem de dinheiro. A Polícia Civil do Estado de São Paulo foi investigar as acusações, mas não encontrou provas para dar sequência ao caso.

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) foi quem pediu a abertura do inquérito depois de três acusações anônimas. As queixas alegam que um grupo dentro do Corinthians promoveu negociações fraudatórias com a chegada e saída de jogadores, além de patrocínios.

Atual presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, é um dos acusados de participar de suposto esquema – Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Aliás, as investigações tiveram como alvo o atual presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, seu antecessor, Andrés Sanchez, os conselheiros Manoel Ramos Evangelhista, também conhecido como Manoel da Carne, e André Negrão, que também é candidato à presidência. Bem como o empresário Fernando Garcia.

O departamento que realizou as averiguações foi o de ‘Investigações sobre Lavagem ou Ocultação de Bens e Valores do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC). Por sinal, o relatório foi produzido no dia 02/11 e encaminhado ao Ministério Público. Na sequência, a instituição terá a responsabilidade de julgar se o inquérito deve ter continuidade ou arquivado. A informação é do ‘Ge.globo’.

A propósito, as buscas por provas ocorreram perto das eleições presidenciais do Timão, marcadas para o dia 25/11, no Parque São Jorge. Essa votação além de definir o presidente pelos próximos três anos, também irá escolhes os 200 novos integrantes do Conselho Deliberativo.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->