Jorge Salgado

Presidente do Vasco polemiza e chama SAF do Bahia de ‘galinha morta’

Presidente do Vasco polemiza e chama SAF do Bahia de ‘galinha morta’ -  (crédito:  RAFAEL RIBEIRO)
Presidente do Vasco polemiza e chama SAF do Bahia de ‘galinha morta’ - (crédito: RAFAEL RIBEIRO)
Jogada10
postado em 17/11/2023 11:09

Ainda presidente do Vasco, Jorge Salgado deu uma declaração polêmica nesta semana, em participação no Podcast ‘Futbolaço’. O dirigente defendeu a escolha de sua gestão pela 777 Partners, em 2022, e reforçou que o clube negociou com o Grupo City. No entanto, os britânicos teriam achado o investimento no Vasco “caro” e partiram para o Bahia. Salgado se referiu à negociação com o termo “galinha morta”.

“A melhor proposta (para o Vasco) foi da 777. Era melhor pela participação maior (30% ficam com a associação) e por uma injeção de capital maior. O City achou caro o Vasco, tanto que foi para o Bahia. O Bahia não tem o tamanho do Vasco. E fez uma negociação com o Bahia que é brincadeira, né. Vai pagar em dez anos, sei lá quanto. Uma galinha morta, vamos dizer assim, sem entrar em detalhes. Eles (City) não conseguiram com o Vasco, porque a 777 fez uma proposta muito superior”, afirmou o cartola.

Jorge Salgado polemizou com a declaração sobre a SAF do Bahia – Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Em maio deste ano, Grupo City e Bahia formalizaram o acordo, válido por 90 anos. O aporte, a princípio, será de R$ 1 bilhão, distribuídos entre aquisição de jogadores, pagamento de dívidas e reestruturação do patrimônio. No caso do Vasco, os valores são de R$ 700 milhões, mas em período mais curto e podem passar da casa de R$ 1 bilhão, de acordo com entrevistas anteriores do próprio Salgado.

Atrasos e notícias preocupam Vasco

Ambas as equipes brigam contra o rebaixamento na Série A em seu primeiro ano completo de SAF. No momento, o Vasco está na frente, com dois pontos a mais (40 a 38) e um jogo a menos. Recentemente, a situação era inversa e o Cruz-Maltino tinha outra preocupação: o atraso no pagamento da segunda parcela do contrato. A 777, afinal, fez o depósito de mais de R$ 100 milhões, mas deixou a preocupação no ar sobre a sua real situação financeira da empresa de Josh Wander e seus sócios.

Isso porque, várias notícias na imprensa internacional dão conta de que os norte-americanos acumulam débitos e podem estar realizando uma espécie de esquema de pirâmide, tanto no futebol quanto em suas outras áreas de atuação.

A título de curiosidade, nas partidas entre Vasco e Bahia no Brasileirão, o Tricolor de Aço leva vantagem, com uma vitória por 1 a 0, no Rio, e um empate (1 a 1), na Arena Fonte Nova, em setembro.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->