Fernando Diniz

Em renovação, Brasil já testou quase um time de laterais em 2023

Em renovação, Brasil já testou quase um time de laterais em 2023 -  (crédito: Jogada10)
Em renovação, Brasil já testou quase um time de laterais em 2023 - (crédito: Jogada10)
Jogada10
postado em 18/11/2023 09:54

A Seleção Brasileira passa por renovação de safra de olho na Copa do Mundo de 2026.  A posição que mais se renovou em 2023 tanto com Ramon Menezes e agora com Fernando Diniz,  foi a lateral. Afinal, o Brasil contou com mais de dez jogadores na posição durante a temporada, em quantidade maior em relação a todo o último ciclo do Mundial do Qatar, com Tite.

Afinal, em oito jogos nesta temporada de 2023, tiveram oportunidades pela direita, Danilo (5 jogos), Emerson Royal (2), Vanderson (2), Yan Couto (2) e Arthur. Por outro lado, na esquerda, a lista tem Renan Lodi (3 jogos), Alex Telles (2), Ayrton Lucas (2), Caio Henrique (1), Guilherme Arana (1) e Carlos Augusto (1). Além disso, houve também improvisações de atacantes, como David Neres, diante do Uruguai, e Pepê, contra a Colômbia.

Ayrton Lucas, do Flamengo, com o Brasil em amistoso internacional contra Senegal – Foto: Joilson Marconne/CBF

No último ciclo de Copa do Mundo, o cenário não se mostrou muito diferente. Porém, com menos rodagem entre reservas e titulares, já que Danilo e Alex Sandro eram as escolhas de Tite para a maioria dos compromissos. De 2018 até 2022, tiveram chance nas laterais da Seleção Brasileira Alex Telles, Daniel Alves, Emerson Royal, Fagner, Filipe Luís, Guilherme Arana e Renan Lodi.

Enfim, isso mostra que encontrar nomes inquiestionáveis para as duas laterais segue como um dos maiores desafios para qualquer técnico na Seleção.

Brasil x Argentina

O Brasil ainda faz seu último jogo em 2023 sob o comando do técnico Fernando Diniz. Realiza o clássico das Américas contra a Argentina, pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa, na terça-feira (21), às 21h30, no Maracanã. Para essa partida, Vinicius Júnior não ficará à disposição – o atacante sofreu lesão muscular na coxa esquerda na derrota por 2 a 1, de virada, para a Colômbia, sendo, inclusive, desconvocado.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->