stjd

Coritiba e Cruzeiro serão julgados na segunda-feira pelo STJD após briga de torcedores

Coritiba e Cruzeiro poderão sofrer punição para 2024

Coritiba e Cruzeiro poderão sofrer punição para 2024 -  (crédito: Foto: Reprodução / Premiere)
Coritiba e Cruzeiro poderão sofrer punição para 2024 - (crédito: Foto: Reprodução / Premiere)
Jogada10
postado em 22/11/2023 19:49

Após briga generalizada de torcedores na Vila Capanema, Coritiba e Cruzeiro já sabem quando irão a julgamento. Afinal, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou a audiência para a próxima segunda-feira (27).

A confusão aconteceu no dia 11 de novembro, em vitória do Coxa sobre a Raposa. No fim da partida, após gol do time paranaense, torcedores da equipe mineira invadiram o gramado para agredir jogadores. Torcedores da equipe da casa, contudo, também adentraram no campo e iniciaram grande pancadaria. Dessa forma, a partida ficou paralisada por 45 minutos.

Coritiba x Cruzeiro
Coritiba e Cruzeiro poderão sofrer punição para 2024 – Foto: Reprodução / Premiere

De maneira preventiva, o STJD decidiu pela punição de 30 dias com portões fechados. Ou seja, até o final do Brasileirão nenhum dos dois times terá a presença de torcedores.

Os clubes podem perder até 20 mandos de campo. Dessa forma, além de não ter torcida em seus jogos, Coritiba e Cruzeiro podem ser obrigados a mandarem suas partidas a 100 quilômetros da cidade-sede. No caso dos dois times, Curitiba e Belo Horizonte, respectivamente.

Veja a denúncia completa

Coritiba

  • 213, inciso I, pela desordem (pena prevista de multa de R$ 100 a R$ 100 mil mais a perda de mando de campo por até 10 partidas);
  • 213, inciso II, pela invasão de campo (pena prevista de multa de R$ 100 a R$ 100 mil mais a perda de mando de campo por até 10 partidas);
  • 213, inciso III, duas vezes, pelos arremessos de copos no campo de jogo (pena prevista de multa de R$ 100 a R$ 100 mil).

Cruzeiro

  • 206 pelo atraso no início da partida (pena prevista de multa de até R$ 1 mil por minuto);
  • 191, inciso III, pelo atraso no retorno para o segundo tempo (pena prevista de multa que pode variar entre R$ 100 e R$ 100 mil);
  • 213, inciso I, pela desordem (pena prevista de multa de R$ 100 a R$ 100 mil mais a perda de mando de campo por até 10 partidas);
  • 213, inciso II, pela invasão de campo (pena prevista de multa de R$ 100 a R$ 100 mil mais a perda de mando de campo por até 10 partidas).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->