stjd

STJD arquiva pedido de inquérito do Botafogo contra a arbitragem

STJD arquiva pedido do Botafogo

STJD arquiva pedido do Botafogo -  (crédito: Foto: Vitor Silva / BFR)
STJD arquiva pedido do Botafogo - (crédito: Foto: Vitor Silva / BFR)
Jogada10
postado em 07/12/2023 17:25

O  Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) arquivou o pedido de inquérito do Botafogo para apurar ações da arbitragem em 2023. Para justificar a sua decisão, José Perdiz, presidente da entidade, classificou a solicitação da defesa do Alvinegro como “sem consistência”.

 

“Não vejo mínimas possibilidades jurídicas para abertura de inquérito, vez que as razões apresentadas são subjetivas e sem consistência, porque são interpretações unilaterais que não guardam pertinência com a realidade desportiva”, diz parte do trecho da decisão do STJD.

No pedido de inquérito, o Botafogo utilizou do relatório da “Good Game!, empresa norte-americana contratada por John Textor, dono da SAF alvinegra. Nele, aliás, são citados erros de arbitragem contra o time carioca. Por outro lado, lances em que o Palmeiras, campeão brasileiro, foi favorecido.

Veja a decisão completa do STJD

“Trata-se de Pedido de Instauração de Inquérito ajuizado pela SAF-Botafogo levantando argumentos sobre condutas comissivas e omissivas da arbitragem em diversas partidas do Campeonato Brasileiro de Futebol- série A-2023.

Apresenta um relatório da empresa “Good Game New Deal for Sport” (folhas 07/192) para justificar o Pedido de abertura de Inquérito.

Não vejo mínimas possibilidades jurídicas para abertura de Inquérito, vez que as razões apresentadas são subjetivas e sem consistência, porque são interpretações unilaterais que não guardam pertinência com a realidade desportiva.

Diante do exposto, determino o arquivamento sumário do presente pedido nos termos do artigo 83 do CBJD, por ausência de elementos indispensáveis ao procedimento

Tags

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->