Erick Pulgar

Pulgar cita adaptação ao Brasil e explica ‘conexão’ com Tite: ‘Ajudou a equipe’

Erick Pulgar deu a volta por cima e se tornou peça-chave do Flamengo

Erick Pulgar deu a volta por cima e se tornou peça-chave do Flamengo  -  (crédito:  - Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Erick Pulgar deu a volta por cima e se tornou peça-chave do Flamengo - (crédito: - Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Jogada10
postado em 07/12/2023 17:55

Apesar da temporada ter sido frustrante para o Flamengo, um jogador deu a volta por cima e se tornou peça-chave no meio de campo. Trata-se de Erick Pulgar, que falhou no terceiro gol do Al Hilal na semifinal do Mundial e sofreu fratura no pé direito no Carioca. Com a chegada de Sampaoli, o chileno passou a ter regularidade, algo que se confirmou com Tite, e ganhou a Bola de Prata, da Revista Placar, como um dos melhores volantes do Brasileirão.

Durante a premiação pelo desempenho no Brasileirão, o volante falou que encontrou dificuldade no período de adaptação ao futebol brasileiro. Contudo, as chances vieram quando o comandante argentino confiou em seu futebol, inclusive passou também a ter sequência e regularidade na seleção chilena ao longo do início das Eliminatórias.

“No começo foi difícil a adaptação. No primeiro mês (agosto do ano passado), senti que o futebol brasileiro era de outro nível, jogado a cada três dias, com lesões que me deixaram muito tempo fora. Mas recorri a nutricionista, preparador físico, mudei alimentação e força e isso me ajudou muito a me adaptar ao futebol brasileiro. Sampaoli me recuperou a confiança e pude manter isso até o fim do campeonato. Muito agradecido a ele”, afirmou nesta quinta (7), durante o prêmio Bola de Prata, da Revista Placar.

Expectativa para 2024

O jogador também projetou a próxima temporada e afirmou que as expectativas são altas pelo trabalho de Tite. Segundo o atleta, o treinador tem o aspecto humano ao conversar com todos, que fez com que o time subisse de produção em campo.

“Expectativas muito boas (próxima temporada). Professor vai fazer a base do que vamos construir em 2024. Que comece bem para que termine bem em 2024. Para mim, Tite é um mais do que um treinador, tem uma parte humana que te faz sentir bem no dia a dia. Ele conversa com todos, é mais de jogador a jogador. Essa conexão e transmissão de confiança ajudou a equipe a terminar bem o ano. Dentro do que foi o ano, ele chegou, e o clube reencontrou a confiança para fazer bons jogos”, acrescentou.

Sem o título do Brasileirão

Pulgar disse que o início ruim no Brasileirão foi fundamental para que o Flamengo não conquistasse o título. De acordo com o jogador, o time deixou muitos pontos pelo caminho no começo do torneio, porém agradeceu aos torcedores pelo apoio e a presença no Maracanã.

“No começo do torneio, perdemos muitos pontos em casa e fora que eram importantes, que nos permitiriam estar mais acima, em uma posição melhor. Foi um ano difícil, não conseguimos o que queríamos. Apesar disso, quero agradecer aos torcedores do Flamengo, que, apesar deste ano, o Maracanã sempre esteve cheio”, concluiu.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->