Ednaldo Rodrigues

Ednaldo entra com recurso para se manter na presidência da CBF

Ednaldo Rodrigues (terno) em evento da CBF antes do afastamento da Justiça

Ednaldo Rodrigues (terno) em evento da CBF antes do afastamento da Justiça  -  (crédito: Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
Ednaldo Rodrigues (terno) em evento da CBF antes do afastamento da Justiça - (crédito: Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
Jogada10
postado em 11/12/2023 17:40

Ednaldo Rodrigues, destituído da presidência CBF semana passada, está disposto a lutar com todas as armas para voltar ao cargo. Ele constituiu nove advogados, sendo uma deles José Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justiça de Dilma Roussef, para defendê-lo.

O corpo de advogados, afinal, vai defender o ex-cartola no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A banca vai pedir a anulação da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O TJ-RJ destituiu Ednaldo da presidência da CBF, junto com mais oito dos seus vice-presidentes.

Os advogados entraram com um recurso nesta segunda-feira (11) depois que o Tribunal de Justiça do Rio publicou decisão anulando a eleição de Ednaldo Rodrigues em março de 2022. Entretanto, para o lugar do dirigente afastado, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nomeou o interventor José Perdiz. Ele tem de convocar eleição em até 30 dias.

O recurso foi entregue à presidente do STJ, Maria Thereza de Assis Moura. O corpo de advogados de Ednaldo Rodrigues quer que, se mantida a decisão de anular a eleição, seja permitido ao próprio Ednaldo convocar a nova eleição.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->