Brasileirão

Após pior ataque no Brasileiro, Cruzeiro foca em reforços ofensivos

Destaque na Série B de 2022 atacante Rafa Silva foi contratado pelo Cruzeiro para 2024

Jogada10
postado em 23/12/2023 13:23

Após encerrar o Brasileirão de 2023 com o pior ataque da competição (35 gols e média inferior a um tento por jogo), o Cruzeiro definiu que o setor ofensivo é a prioridade para a temporada de 2024. Vale lembrara que a Raposa já contratou os atacantes Rafa Silva e Gabriel Veron.

Além disso, o Cruzeiro observa a situação do meia Everton Ribeiro. Ídolo da Raposa e bicampeão brasileiro entre 2013 e 2014, o atleta de 34 anos (completa 35 em abril), tem contrato com o Flamengo só até este mês. As partes até negociam uma renovação, mas não conseguem chegar a um acordo. O Fla quer apenas um ano de renovação, enquanto o jogador luta por duas temporadas.

A tendência é que o clube mineiro avance por Ribeiro caso ele fique desempregado em poucos dias. Ainda no meio-campo, o Cruzeiro demonstrou interesse em Martínez, rebaixado com o América-MG. Quem revelou isso, aliás, foi o presidente do Coelho, Marcus Salum, em entrevista à “Rádio Itatiaia”.

Vale lembrar ainda que o Cruzeiro contratou o técnico argentino Nicolás Larcamón, que promete um time mais ofensivo em relação ao de 2023. Aliás, falando em estrangeiros, a Raposa também sondou o atacante paraguaio Alex Arce, de 28 anos, do Independiente Rivadavia.

No Brasileirão de 2023, o Cruzeiro lutou contra o rebaixamento, muito por conta dessa deficiência ofensiva, afinal, o clube teve a melhor defesa da competição, com só 32 gols sofridos, empatado com o rival Atlético-MG. Para a temporada de 2024, o Cruzeiro contratou ainda o volante Zé Ivaldo.

O foco no setor ofensivo se dá também pelas perdas no ataque, afinal, o Cruzeiro viu o atacante Bruno Rodrigues acertar com o Palmeiras. Além dele, Nikão e Bruno José também deixaram a equipe.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->