Neymar

Neymar comenta sobre jovem que morreu após ser alvo de fake news

Jéssica Canedo

Jogada10
postado em 24/12/2023 02:16

Um assunto se tornou o mais comentado deste sábado (23/12) no Brasil e comoveu o país. Uma estudante mineira de 22 anos Jéssica  Canedo, se matou após ser vítima de uma fake news que foi veiculada no dia 18/12: a de que era o novo caso amoroso do humorista Whindersson Nunes. A notícia, se espalhou atráves das redes sociais de dois sites de fofocas, “Garoto do Blog” e, principalmente o “Choquei” (este com 22 milhões de seguidores).

Tanto Windersson quando Jéssica, demestiram (eles nem se conheciam e a mineira nem tinha rede social, apenas pegaram uma foto sua a vincularam ao assunto). Mas, apesar dela ter pedido que se tirasse a informação do ar, o site Choquei não retirou. Jéssica já sofria de depressão. Além disso, os comentários era agressivos e difamatórios. Nem mesmo um pedido da mão da estudante – lembrado que a filha tinha tentado se matar quatro vezes – deu resultado. Dessa forma, nesta sexta-feira, veio o pior  desfecho. Jéssica tirou a própria vida. Milhares postaram sobre esta tragédia. Um deles foi Neymar.

“Diversos sites de fofoca, redes de TV e todos os tipos de meios de comunicações tem que tomar muito cuidado com o que você posta ou fala. Aos haters, vocês que propagam o ódio, os que sabem de tudo, os donos da verdade, os santinhos que nunca erram PARABÉNS. Fizeram mais uma vítima” O discurso na Internet, de respeitar o próximo, não existe. Ódio real de todas essas pessoas que se excondem atrás de perfil na internet pra falar mal de outra pessoa” disse Neymar.

Neymar e as fake news

O astro Neymar lembra que ele mesmo é alvo constante de fake news; Aliás, há dois dias entrou com uma ação no Tribunal de Justiça de São Paulo, por difamação contra a influenciadora Sophia Barclay. Afinal, ela, que é trans, disse em entrevista que teve relações sexuais com Neymar e o surfista Pedro Scooby durante uma festa.

Internet indignada

O caso ganhou grande repercussão. Assim que a morte de Jessica foi confirmada, o Choquei retirou a fake news do ar. E o dono do site, Raphael Souza, trancou as suas redes sociais. O mesmo fez o responsável do site Garoto do Blog, que tem 1 milhão de seguidores.

A empresa de advocacia do Choquei publicou no início da tarde deste sábado um comunicado oficial do site. Nele disse que “O perfil Choquei (@choquei) por meio de sua assessoria jurídica, vem esclarecer a seus seguidores e amigos que não ocorreu qualquer irregularidade na divulgação”, o que aumentou a indignação dos internautas. Alías, o escritório de advocacia também passou a ser alvo de críticas nas redes sociais. Horas depois,  a advogada titular do escritório (a ex-BBB Adélia Soares) disse que estava largando o caso.

Caso de política

Como era de se esperar, a morte de Jéssica virou pauta política. A situação (leia-se PT e partidos da base) buscando que o caso agilize a regulação das plataformas digitais (PL 1620, o da Lei das Fake News), assunto que está travado no Congresso. Mas a a oposição (leia-se Partido Liberal) diz que o Choquei é extremamente ligado ao PT e que o governo fará de tudo para amenizar a reponsabilidade do site.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->