futebol internacional

Cano é o Rei da América; Diniz melhor técnico e Flu com 5 no time ideal

Cano é o melhor da América; Diniz, o MVP entre os treinador. Flu faz barba cabelo e bigode

Cano é o melhor da América; Diniz, o MVP entre os treinador. Flu faz barba cabelo e bigode -  (crédito: Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense)
Cano é o melhor da América; Diniz, o MVP entre os treinador. Flu faz barba cabelo e bigode - (crédito: Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense)
Jogada10
postado em 31/12/2023 09:47

Neste domingo (31/12), como é tradição, o respeitado jornal uruguaio “El País” divulgou a sua eleição para melhor jogador e melhor treinador da América na temporada. E deu Fluminense. Afinal, Germán Cano eleito o melhor jogador, Fernando Diniz o MVP entre os treinadores. Além disso, outros quatro jogadores receberam votos e o Tricolor teve cinco na Seleção ideal. Dessa forma, o campeão da Libertadores fez barba, cabelo e bigode.

Cano, o imperador

Para a premiação de Rei da América, não teve pra ninguém. Afinal, Cano teve 167 votos dos 250 possíveis. Assim, superou com facilidade os concorrentes com mais votos do que todos os outros 17 lembrados pelos jornalistas. O vice-campeão foi Suárez (40 votos). Em seguida vieram os outros finalistas: Nicolas De La Cruz (8 votos) e Árias (6). Com esta conquista, o atacante, de  35 anos se torna o mais velho a ganhar a premiação. Antes deles, Enzo Francescoli (1995), Romráio (2000) e Juan  Verón (2009) venceram quando tinham 34 anos.

Também receberam votos: André (Fluminense) e Messi (Inter Miami), ambos com quatro votos. Com tres votos apareceram o peruano Guerrero (LDU) e Endrick (Palmeiras). Mas outros jogadores que atuam, no Brasil ganharam votos. foram eles: Marcelo (Fluminense, dois ), além de Rony (Palmeiras), Arrascaeta (Flamengo), Nino e John Kennedy (ambos do Fluminense) e Paulinho (Atlético-MG). Todos com um voto.

Diniz, o maioral

Fernando Diniz foi eleito o melhor treinador por 101 dos 250 eleitores. Bem à frente do vice-campeão Marcelo Bielsa, argentino que comanda o Uruguai. Em terceiro ficou Lionel Scaloni, da seleção da Argentina

Seleção ideal

Enfim, eis o time: Sérgio Romero (Boca Juniors), Advíncula (Boca Juniors), Nino (Fluminense), Gustavo Gómez (Palmeiras) e Piquerez (Palmeiras); André (Fluminense), De La Cruz (River Plate), Alan Patrick (Internacional) e Jhon Arias (Fluminense); Luis Suárez (Grêmio), Gérman Cano (Fluminense). Técnico: Fernando Diniz (Fluminense).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->