Botafogo

Botafogo vira 2024 com novos desafios e atrás de reconquistar o torcedor

John Textor e Mazzuco são os principais responsáveis pelas contratações para 2024

John Textor e Mazzuco são os principais responsáveis pelas contratações para 2024  -  (crédito:  Vitor_Silva)
John Textor e Mazzuco são os principais responsáveis pelas contratações para 2024 - (crédito: Vitor_Silva)
Jogada10
postado em 01/01/2024 13:28

Enfim, o ano que foi da euforia à absoluta decepção acabou para o Botafogo. E a versão 2024 traz desafios ainda maiores para o elenco e para a gestão da SAF. O principal deles, aliás, é reconquistar o torcedor, muito machucado com a derrocada que fez o time perder o título que parecia certo no Campeonato Brasileiro. Além disso, o clube tem a Libertadores pela frente, após cinco temporadas longe do torneio.

No comando técnico, Tiago Nunes tem a missão de resgatar a confiança de um elenco que foi mantido em cerca de 80%. Nomes como Cuesta, Marçal, Marlon Freitas e Eduardo, que terminaram bastante em baixa, a princípio permanecem. Cuesta e Marlon Freitas até viraram opção de moeda de troca, mas nenhuma negociação avançou ainda. Por outro lado, três reforços já têm acordos e vão ser anunciados em breve: os zagueiros Alexander Barboza e Lucas Halter e o atacante Jeffinho.

A bola rola pela primeira vez para o Botafogo no próximo dia 18, contra o Madureira. Já em fevereiro, a competição sul-americana tem início, e o Alvinegro precisa passar pela fase preliminar. O adversário será o boliviano Aurora ou o Melgar, do Peru.

A expectativa é de que, até lá, a partir dos resultados da Taça Guanabara, o torcedor volte a apoiar a equipe, mesmo em meio à desconfiança pela desilusão. O clima no Estádio Nilton Santos, que recebeu mais de 35 mil torcedores em dez partidas consecutivas, entre julho e outubro, pode ser decisivo para recuperar a sinergia e o estilo de jogo que encantou o futebol brasileiro no primeiro turno do último Brasileirão.

Sete jogadores deixam o Botafogo

Com o fim de seus respectivos contratos, em 31 de dezembro, cinco atletas deixam o clube: o lateral-direito Di Plácido, os meias Gabriel Pires e Luas Fernandes e o atacantes Luis Henrique e Diego Costa. No caso deste último, as conversas pela renovação não evoluíram, porém, não foram descartadas. Além deles, o goleiro Lucas Perri e o zagueiro Adryelson foram vendidos ao Lyon, que também pertence a John Textor.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Tags

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->