STF

STF reconduz Ednaldo Rodrigues à presidência da CBF

Ednaldo Rodrigues volta à presidência da CBF por força de liminar

Ednaldo Rodrigues volta à presidência da CBF por força de liminar  -  (crédito: Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
Ednaldo Rodrigues volta à presidência da CBF por força de liminar - (crédito: Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
Jogada10
postado em 04/01/2024 18:02

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu, nesta quinta-feira (4), liminar pelo retorno de Ednaldo Rodrigues à presidência da CBF. A decisão ocorreu após manifestações do procurador-geral da República, Paulo Gonet Branco, e da Advocacia Geral da União (AGU).

Ministro-relator do caso, Gilmar Mendes tomou a decisão monocrática pouco depois de a PGR e a AGU se manifestarem sobre ação proposta pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Na decisão em caráter liminar, Gilmar Mendes ressaltou:

“Via evidente perigo de dano e para evitar prejuízos dessa natureza enquanto esta Suprema Corte se debruça sobre os parâmetros constitucionalmente adequados de legitimidade do Ministério Público na seara desportiva, faz-se necessária a concessão de medida cautelar apta a salvaguardar a atuação – ao que tudo indica constitucional – do ente ministerial, consubstanciada em diversas medidas judiciais e extrajudiciais manejadas em todo o país”.

Na próxima semana, porém, entre os dias 8 e 10 de janeiro, integrantes da Fifa vão à CBF para uma reunião. Vão participar o antigo interventor José Perdiz e Ednaldo Rodrigues, que volta ao cargo de presidente da entidade.

Depois da liminar, o caso será analisado no plenário do Supremo Tribunal Federal, ainda sem data prevista para este julgamento.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->