NULL
selecao

Dorival defende mescla de juventude e experiência na Seleção

Dorival Júnior ao lado de Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF

Dorival Júnior ao lado de Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF -  (crédito:  MARCELLO DIAS)
Dorival Júnior ao lado de Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF - (crédito: MARCELLO DIAS)
Jogada10
postado em 11/01/2024 16:17

Treinador da Seleção desde a última quarta-feira (10), Dorival Júnior concedeu sua primeira entrevista coletiva nesta quinta-feira (11). O paulista de 61 anos destacou que vê um dos caminhos para o hexacampeonato mundial a mescla entre juventude e experiência. Dessa forma, ele não deixará de convocar jogadores no final de carreira nem no início. Assim, o mais importante, segundo ele, é que o atleta esteja bem tecnicamente, independentemente da idade.

“Pode ser que tenha um treinador que tenha revelado mais jogadores, mas é muito difícil chegar ao número de atletas que dei oportunidade ao longo da carreira. Foi assim na minha primeira equipe, no Figueirense, exemplo é o Filipe Luís, como na minha última equipe, o São Paulo. Sempre contei com uma mescla saudável em qualquer sentido para que tenhamos competitividade da equipe mantida. Não vai ser diferente. Para mim não importa, se o Thiago estiver bem, ele terá oportunidade. É grande jogador. Ciclos se encerram a partir de um momento que um outro esteja bem melhor. Temos que ter equilíbrio, consciência. Vou errar, de repente não convocando um ou outro, mas vou tentar trazer aqueles que estão em melhores condições”, destacou Dorival.

Ainda nesta coletiva, mais cedo, Dorival Júnior falou um pouco sobre referências e estilo que deseja colocar no comando da Seleção Brasileira. O comandante, aliás, afirmou que sempre sonhou com este momento: ser apresentado como  técnico do Brasil. 

“Eu nunca planejei minha vida. Mas eu esperava muito estar aqui. Eu vi muitas entrevistas dos meus técnicos, Leão, Parreira, Felipão. E dos meus amigos que estiveram aqui: Fernando, Tite, Mano. E imaginava que poderia estar aqui um dia representando o povo brasileiro como treinador da seleção. A partir de segunda-feira, o presidente vai começar a me cobrar”, concluiu o comandante.

Assim, o primeiro jogo de Dorival com o Brasil será contra a Inglaterra, em Londres, no dia 21 de março. O jogo será um amistoso. Aliás, vale destacar que a CBF negocia para ter um amistoso, poucos dias depois, contra a Espanha, também na Europa.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

-->