river plate

O curioso caso de River Plate x Excursionistas pela Copa Argentina

Confronto terá como palco o Estádio Brigadier General Estanislao López

Confronto terá como palco o Estádio Brigadier General Estanislao López -  (crédito: Foto: Divulgação/Colón)
Confronto terá como palco o Estádio Brigadier General Estanislao López - (crédito: Foto: Divulgação/Colón)
Jogada10
postado em 07/02/2024 17:44

Pela primeira rodada da Copa Argentina, três partidas acontecem nesta quarta-feira (7) onde uma partida que chama a atenção é River Plate e Excursionistas. E o motivo não é, necessariamente, o clássico duelo entre um time de primeira e terceira divisão nacional, marcado para às 21h45 (de Brasília).

Isso porque, geograficamente falando, o embate representa um encontro entre clubes que podem se considerar como dividindo o mesmo bairro. Isso porque, apesar do estádio riverista ser conhecido como Monumental de Núñez, a área do hoje Mâs Monumental fica no bairro de Belgrano.

Por sua vez, o Excursionistas é sediado na região de Bajo Belgrano. Não por acaso, o palco onde a equipe manda seus jogos na Primeira B Metropolitana, o Estadio de Excursionistas, fica a uma distância de apenas três quilômetros da casa do River Plate.

Diante desse contexto, seria plausível concluir que a distância para os fãs das duas equipes acompanhar o jogo, onde quer que fosse o mando, não seria um problema. Entretanto, não é bem assim que funciona a Copa Argentina.

Desde a reativação de sua disputa, a ideia de levar os grandes clubes para as mais diferentes praças faz os embates de jogo único ocorrerem, habitualmente, em campo neutro. Desse modo, o confronto entre ‘vizinhos’ será realizado no General Brigadier Estanislao López, em Santa Fe. Ou seja, a 470 quilômetros da capital do país.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br