PSG

PSG anuncia que vai deixar o Parque dos Príncipes

Al-Khelaifi não se entendeu com a Câmara Municipal

Al-Khelaifi não se entendeu com a Câmara Municipal  -  (crédito: Foto: Reprodução)
Al-Khelaifi não se entendeu com a Câmara Municipal - (crédito: Foto: Reprodução)
Jogada10
postado em 08/02/2024 13:45

O PSG terá, em breve, uma casa nova para mandar os seus jogos no torneios nacionais e internacionais. A única certeza, agora, porém, é que o clube da capital francesa não ficará no Parque dos Príncipes. Dono do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi anunciou a retirada de campo nesta quinta-feira (8).

“Agora é mais fácil. Sabemos o que queremos. Para nós, acabou”, disse o mandatário, em reunião com executivos da Uefa.

O Parque dos Príncipes pertence à Câmara Municipal de Paris. Com ela, o PSG negociou durante nove anos para ficar em definitivo com o estádio, mas não obteve sucesso. Aliás, as tratativas foram tão duras que o ex-presidente da França Nicolas Sarkozy teve que atuar como moderador.

Com a desistência, o PSG comunicou, também, que vai parar o investimento em melhorias do local.

“Investimos cerca de 80 milhões de euros do nosso bolso no estádio, mas nem é o nosso estádio, quem mais faria algo assim? Queremos um estádio como os outros clubes, precisamos de aumentar as receitas, ter um estádio melhor para os nossos torcedores. A Câmara acha que estamos brincando”, afirmou, há um ano.

E agora, PSG?

Erguido, em 1897, como um velódromo, o local passou por obras e outras reinaugurações. De 1974 até hoje, foi a “casa” do PSG.  O local teve as cores, os escudos e todo a estética do Paris Saint-Germain.

A diretoria do clube analisa, então, a possibilidade de comprar o Stade de France, que também pertence ao poder público. O PSG pode também comprar um terreno vazio para erguer um estádio.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br