colunas

Tiago Nunes e o Botafogo precisam de coragem

Nunes, em mais de dez jogos, não acertou o Botafogo

Nunes, em mais de dez jogos, não acertou o Botafogo -  (crédito: Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Nunes, em mais de dez jogos, não acertou o Botafogo - (crédito: Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Jogada10
postado em 09/02/2024 12:42

O Botafogo do técnico Tiago Nunes vai acumulando maus resultados neste começo de temporada. O time não vence há três jogos, com dois empates (Portuguesa e Nova Iguaçu) e uma derrota (Flamengo). É claro que o ano está só começando e que alguns jogadores são novos no elenco, mas já existia uma base e o treinador a conhecia desde novembro.

Fora da zona de classificação às semifinais do Campeonato Carioca, o Alvinegro corre o sério risco de ficar chupando o dedo no momento decisivo da competição. É certo que a cabeça está voltada para os jogos eliminatórios do primeiro mata-mata da pré-Libertadores, mas não justifica os resultados e, sobretudo, a falta de ambição.

Tiago Nunes passa a impressão de ainda não ter segurança em relação à equipe titular ou ao esquema ideal. E tem ido muito mal nas substituições e nas coletivas, dando a sensação de que a ‘síndrome da entrega no fim das partidas’ é problema exclusivo do trauma dos atletas. Não é! Ele era o treinador nos cinco jogos finais em 2023 do Brasileiro e ali o problema começou a se tornar crônico. Agora se repete.

Carioca é importante para o Botafogo?

Muitos vão dizer que o Carioca não tem grande importância, como se fosse um torneio de pré-temporada. No entanto, é inadmissível ficar fora dos quatro primeiros. O clube perde arrecadação, visibilidade e atrai de vez a bronca da torcida, já tão machucada pela decepção no Brasileiro do ano passado.

Com o elenco que tem, o Botafogo não pode entrar em campo amedrontado, passar os minutos finais defendendo o resultado e levando sufoco de adversários pouco expressivos. Ou até tentar se agarrar a um empate diante do Flamengo, o maior rival. Os alvinegros querem e exigem mais. Como ensinava Heleno de Freitas, o “Botafogo não é lugar para covardes”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br